Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

É tempo de purificação

Corinne SIMON/CIRIC
Compartilhar

O cristão vive o tempo da Quaresma como uma oportunidade de crescimento no amor

Nesta Quaresma, a Palavra nos convida a estar diante de Deus para colher o que Ele nos fala. Quaresma é um tempo de poda, de analisar bem esta “planta” que somos nós, para sabermos onde é preciso podar para que a vida renasça e a purificação aconteça.

É tempo de purificação, de oração, jejum e caridade. Abramos nossos corações e nossas mentes ao Senhor para escutá-Lo neste deserto. Encontramos as respostas que tanto buscamos apenas diante Daquele que nos fala constantemente com tanta ternura.

Para Jesus, não existe resistência humana que impeça sua ação. Ele é capaz de abrir os sigilos, aquilo que ocultamos em nossas vidas. Neste contexto, somos convidados a nos render diante dessa bondade e ternura divinas.

Nas últimas semanas, comemoramos um ano do pontificado do Papa Francisco. Ele, um profeta de Deus, nos convida constantemente à conversão. No último consistório, foi ele mesmo quem convidou os cardeais e todo o clero a viver uma vida de pobreza e caridade, a ser pobres de espírito, e também de forma material.
 
É um convite à conversão de coração e mente em direção à pobreza, à raiz espiritual que é a vida de oração, disciplina pessoal, bondade de coração, humanidade. O próprio Papa possui um rosto sereno como um pastor que nos porta a paz. Ele nos convida a abrir o coração para deixarmos que a Palavra de Deus nos transforme.

De onde vem a serenidade deste Papa? De uma consciência e confiança na vivência de uma vida de oração.

Não demos as costas para Deus, pois é Ele mesmo quem nos convida à conversão e a crermos no Evangelho. Um verdadeiro cristão vive a Quaresma com a esperança e a alegria da Páscoa que virá.

(Reflexão do cardeal Beniamino Stella, prefeito da Congregação para o Clero, durante a Missa que abriu o Congresso “Raízes do Papa Francisco: um ano de pontificado”, na noite da última quinta-feira, 28)