Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
home iconAtualidade
line break icon

John Lennon se aproximou de Cristo no final da vida?

© Public Domain

Aleteia Vaticano - publicado em 04/04/14

Nas duas últimas músicas que compôs, o líder dos Beatles demonstra uma relação evidente e íntima com Deus

Muito foi escrito sobre o lado anticlerical e anticristão do líder dos Beatles, mas a realidade dos fatos é que, vinte dias antes de ser assassinado, John Lennon demonstrava uma evidente e estreita relação com Deus. O período coincide com as duas últimas canções que ele compôs.


John Lennon morreu em 8 de dezembro. Em “Help me to help myself” (Me ajude a me ajudar), gravada em 10 de novembro, e em “You saved my soul” (Você salvou a minha alma), de 14 de novembro, ele não só pede ajuda “ao Senhor”, mas garante que nunca se separou dele.


Nas letras, Lennon ainda mostra que foi o Amor verdadeiro que o salvou de duas tentativas de suicídio.

Superando as frivolidades


Anos antes, o compositor tinha escrito que não acreditava em Jesus Cristo e até aventou que os Beatles eram tão importantes quanto Ele. Depois se retratou, não se sabe se por razões comerciais ou por verdadeira convicção.


A sua nova espiritualidade, porém, ficou patente não só pelas explícitas referências nestas canções, mas também pela reação de Yoko Ono diante dessas novas circunstâncias. De acordo com o crítico musical Julián Ruiz, em artigo publicado no jornal “El Mundo” e no site “Plásticos y Decibelios”, a companheira do cantor escondeu durante trinta anos essas últimas canções porque elas eram a confissão de que, “naqueles dias, John Lennon tinha se aproximado de Cristo e até queria ir à igreja”.


"John entrou num caminho ruim, errado”, dizia Yoko Ono, que era chamada de “Mãe”.

Amor de Deus, não dos homens


“You saved my soul”, que aparentemente era uma canção de amor para Yoko, se revela como uma confissão de que foi o verdadeiro Amor quem salvou a alma de Lennon e evitou duas tentativas de suicídio no passado. O cantor de Liverpool agradece por essa salvação.


Se a “Mãe” escondeu essas letras, a razão parece ser esta: a música anterior não deixa margem para ambiguidades quanto ao momento espiritual que o compositor estava vivendo.  


“Help me to help myself” é uma verdadeira oração penitencial, com um misterioso caráter premonitório. Lennon pede perdão, pede ao "Senhor" que o ajude e declara o quanto era difícil para ele continuar vivendo.


"O fundador dos Beatles não passava pelos seus melhores momentos. Ele via com desespero que nenhuma música do último álbum, “Double Fantasy”, tinha conquistado o interesse dos críticos e menos ainda o do público em geral”, afirma Ruiz.


Em outra música que Yoko não quis publicar, “Dear John”, o fundador da legendária banda inglesa exprime a consciência de que a sua carreira como compositor tinha terminado.

Unido a Deus contra o diabo


De volta a “Help me to help myself”, podemos ouvi-lo dizer que o anjo da destruição o perseguia por toda parte, em clara referência ao diabo.


A letra é cheia de pedidos e diálogos com Deus, a quem, para pedir ajuda, Lennon trata como "Senhor". Mas a sua adesão a Ele se mostra indubitável quando, em meio ao panorama desolador em que diz encontrar-se, o cantor afirma que, apesar de tudo, sabe no fundo do coração que nunca se separou de Deus.


Well, I tried so hard to stay alive

But the angel of destruction keeps on houndin´ me all around

But I know in my heart

That we never really parted, oh no.


[Eu tentei demais me manter vivo,

mas o anjo da destruição continua me caçando em toda parte.

Mas eu sei, no meu coração,

Que nós nunca nos separamos de verdade].


Yoko Ono só incluiu esta música há uma década na reedição de um álbum.


Na segunda parte da letra, o líder dos Beatles afirma que, no mais profundo do seu coração, ele nunca esteve satisfeito. Depois, pede ajuda a Deus porque dizem que Ele ajuda quem quer se ajudar. Lennon afirma que faz este pedido na esperança de que Deus será bondoso:


They say the Lord helps those who help themselves

So I’m asking this question in the hope that you´ll be kind

´Cause I know deep inside I was never satisfied.


[Dizem que o Senhor ajuda os que se ajudam.

Então eu faço esta pergunta na esperança de que sejas bondoso,

porque sei, no profundo do meu ser, que eu nunca estive satisfeito].


Muito poucos dos construtores da lenda de John Lennon fazem menção a este verdadeiro testamento espiritual. São melodias e palavras que abalam seriamente a visão que o mundo tem do criador de “Imagine”.

Letra de “Help me to help myself”


Well, I tried so hard to stay alive

But the angel of destruction keeps on houndin´ me all around

But I know in my heart

That we never really parted.. Oh no…


They say the lord helps those who helps themselves,

So I´m asking this question in the hope that you´ll be kind

´Cause I know deep inside

I was never satisfied, Oh no…


Lord, help me, Lord

Lord help now

Please, help me, Lord, yeah, yeah

Help me to help myself,

Help me to help myself.

Letra de “You saved my soul”


"When I was lonely and scared

I nearly fell for a TV preacher

In a hotel room in Tokyo.

Oh, only you truly saved me from that suicide


Because all the things I die along with you.

Remember the time

When I went to jump out of that apartment window

On the west side of town of old New York.


Oh, only you saved me from that suicide

Because of all my foolish pride

Well, if I could thank you, thank you

For saving my soul with your true love".

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Música
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia