Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Atualidade

Venezuela: "procuram impor um governo totalitário"

© Carlos Adampol Galindo

Agência Fides - publicado em 04/04/14

Alarme dos bispos depois de dois meses de violência

A Conferência Episcopal Venezuelana emitiu um comunicado no qual apresenta "como a causa fundamental da crise que vive na Venezuela, a pretensão do partido do Governo e do presidente Nicolas Maduro de tentar impor o chamado ‘Plan de la Patria’, atrás do qual se esconde a promoção de um governo totalitário.

"Este objetivo alimentou os protestos da oposição e dos cidadãos que depois de quase dois meses contam 39 mortos, 550 feridos graves e mais de 150 pessoas detidas. O documento intitulado "Responsáveis pela Paz e destino democrático da Venezuela" foi assinado pelos Bispos da Presidência da CEV com data de 2 de abril de 2014.

A nota enviada à Agência Fides por uma fonte local, relata a intervenção de Dom Diego Rafael Padrón Sánchez, Arcebispo de Cumaná e Presidente da CEV, que na apresentação do cumunicado "lamentou a polarização política ocorrida no país depois de uma série de manifestações contra o governo iniciadas por estudantes em 4 de fevereiro passado, que contou com a presença de grupos da oposição para denunciar a insegurança no país, a inflação de 57%, a escassez de alimentos, a repressão da parte da Guarda Nacional e a detenção dos opositores".

No documento, com uma linguagem muito direta, lê-se: "Reiteramos o nosso forte pedido de que o governo desarme os grupos civis armados. A sua ação coordenada, de acordo com certos esquemas, demonstra que não são grupos isolados ou espontâneos, mas treinados para intervir violentamente. Em muitos casos, eles agiram com impunidade sob os olhos indiferentes da polícia, por isso o comportamento da polícia foi seriamente questionado".

Num comunicado se reitera: "A fé cristã devidamente compreendida exige a todos os fiéis de assumirem a responsabilidade pelo destino do país, de não ficar indiferentes, mas lutar pela defesa da vida, direitos humanos, liberdade e democracia. Ninguém que vive na Venezuela deve dizer de não estar interessado ou preocupado com a violência e as mortes que estão acontecendo nas cidades e outros locais. Todos, sem exceção, são responsáveis pela liberdade, paz e destino democrático do nosso país".

(Fides)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
BisposMundoPolíticaViolência
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia