Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Muito mais que um “selfie”

Compartilhar

O Domingo de Ramos que me fez encontrar com Cristo presente na Cruz e no Papa Francisco

Missa de Domingo de Ramos no Vaticano com Papa Francisco, foi assim que vivi meu último domingo, dia 13 de abril.
 
Fui convidada para participar do lindo momento com os jovens brasileiros, levando a Cruz da JMJ e o Ícone de Nossa Senhora aos jovens poloneses também presentes na celebração. Desta forma, oficialmente a Jornada Mundial da Juventude de 2016 começa a ser preparada na Cracóvia.
 
O sol brilhava na Praça de São Pedro, e cerca de 60 mil pessoas, que agitavam os ramos nas mãos, faziam do cenário um momento oportuno para a oração.
 
As músicas, as pausas e o silêncio. É incrível escutar Deus que nos fala no silêncio, mesmo em meio à multidão. “Então Jesus deu outra vez um forte grito, e entregou o espírito” (Mt 27,50), neste momento o silêncio invadiu a Praça de São Pedro e foi possível sentir a presença do Senhor em meio aos fiéis.
 
Ao fim da celebração é chegado o momento de segurar a Cruz. Literalmente a Cruz da JMJ porta consigo a presença viva de Jesus Cristo. Entregar a cruz aos poloneses foi passar a eles a alegria da juventude brasileira, que experimentou Cristo vivo e testemunhado, num encontro de fé com os jovens do mundo inteiro. Foi como dizer aos poloneses que nos unimos a eles nesta missão de “ir, sem medo e servir”, como nos pediu o Papa Francisco.
 
Testemunho de fé e amor a Cristo, foi o que vi nos olhos dos jovens, brasileiros e poloneses, presentes naquela missa. Jovens que vivem o: “Não tenham medo. Abram as portas a Cristo”, pedido pelo beato João Paulo II, criador da JMJ.
 
Após a benção final, a maior surpresa foi ver o Papa Francisco quebrando os protocolos mais uma vez e indo em direção aos jovens brasileiros. Ele agradeceu por tudo que os jovens fizeram pela JMJ no Brasil. Ali, se concluia a JMJ Rio 2013.
 
Estar com Cristo presente naquela Cruz e depois na pessoa do Papa foi preencher meu coração do desejo de levar a outros jovens, este Cristo que nos ama até o fim, com um amor de doação total. Muitos ainda não O conhecem e precisam vivenciar este encontro pessoal com Aquele que transforma nossas vidas.

Colaboraram com este artigo:
Michel Gosson, vídeo
Vinicius Arouca, selfie
© Sabrina Fusco, galeria de fotos

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.