Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 07 Março |
Perpétua e Felicidade
home iconReligião
line break icon

O que é e como nasceu a Páscoa?

Fr Lawrence Lew OP

Fr. Thiago Pereira, SCJ - Reparatoris - publicado em 15/04/14

As coisas nem sempre são fáceis, mas Deus nos mostrou na História – e nos mostra hoje – que é preciso ter perseverança e fidelidade a Ele

Muitos pensam que a Páscoa nasceu com a morte e ressurreição de Cristo. Mas esta é uma festa bem mais antiga do que imaginamos.

Hoje é fácil sabermos em que dia vai cair a Semana Santa, basta olharmos para o calendário. Melhor ainda se for uma daquelas agendas bíblicas que já marcam o dia certinho! Mas nem sempre foi assim.

Quando a Páscoa surgiu não havia um calendário como nós temos hoje, que é chamado de calendário gregoriano (cristão) – está baseado no movimento da Terra. Os judeus utilizavam uma espécie de calendário baseado nas estações do ano, conhecido como calendário lunar (hebraico) – está baseado no movimento da lua.

A data da Páscoa foi definida, para os judeus, no mês conhecido como Nisan, que era o tempo da primavera e da lua cheia. Nesta época a cevada estava madura. Então era tempo de fazer pão com a cevada antiga para que, quando a nova fosse colhida, o sabor desta fosse realçado.

Na primavera as cevadas mais belas ficavam no alto dos montes, por isso o pastor tinha que levar as ovelhas para pastar lá encima; e então ele aproveitava para trazer alguns feixes de cevada para casa. Durante a dura viagem o pastor pedia ajuda para Deus a fim de que Ele protegesse suas ovelhas. E, em forma de agradecimento, o pastor sacrificava uma ovelha para o Senhor.

Esta é a primeira Páscoa, quando o pastor precisa fazer a pesha (passagem) da planície para o monte e, como agradecimento pela ajuda de Deus na “passagem”, sacrifica um cordeiro.

A segunda Páscoa é aquela que relembramos no Sábado Santo. A Páscoa do “povo escolhido”. Aqui temos presente o livro do Êxodo (12, 1-18): só será salvo quem tiver aspergido o sangue do cordeiro na porta de casa e estiver em paz com o vizinho. Mas como assim “em paz com o vizinho”? A passagem bíblica diz que era para dividir o cordeiro com o vizinho. Mas os judeus tinham um negócio chamado “comunhão de mesa”. Você só senta à mesa com o fulano se estiver em paz com ele. É o mesmo princípio da Missa, é salvo aquele que estiver com Cristo (Cordeiro de Deus) e em paz com o próximo.

Não basta, porém, ser aspergido com o sangue e não ter inimizade com as pessoas. É preciso sair de casa e ir para o deserto, em busca da terra prometida. Esta é a segunda páscoa: saio do Egito para ir ao deserto. É a pesha de um lugar seguro para um lugar desconhecido e perigoso, que me deixa com apenas uma escolha: confiar em Deus.

E a terceira páscoa e definitiva é aquela que Cristo, o Cordeiro de Deus, trouxe. Lembremo-nos do início da Celebração do Sábado Santo, quando o Sírio Pascal entra na igreja. Cristo vai à frente (como o Sírio) e nós todos vamos atrás. Ele vai sozinho, no meio do escuro. E, nós seguimos o Senhor, porque sabemos que não tem buraco algum, apenas escuridão. Ele foi primeiro. Esta é a pesha, a passagem das trevas para a luz, do pecado para o amor supremo.

Na nossa vida constantemente somos chamados a deixar a comodidade da nossa casa e subir a montanha, deixar o Egito e ir para o deserto e deixar Nazaré e ir pra Cruz. Mas, esse não é o fim pra nós que somos cristãos. Vamos à montanha, mas descemos com comida nova; vamos para o deserto, mas chegamos à terra prometida e, vamos para a cruz, mas ressuscitamos.

As coisas nem sempre são fáceis, mas Deus nos mostrou na História – e nos mostra hoje – que é preciso ter perseverança e fidelidade a Ele e, quando menos esperarmos, um novo dia vai surgir em nossa vida.

(Reparatoris)

Tags:
HistóriaHistória da IgrejaJesusPáscoaSemana Santa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
MIRACLE
Maria Paola Daud
Mateo se perdeu no mar… e apareceu nos braços do pai
2
MADONNA
Maria Paola Daud
A curiosa imagem da Virgem Maria protetora contra o coronavírus
3
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
4
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
5
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
6
Santo Sudário
Aleteia Brasil
Manchas do Santo Sudário são do sangue de alguém que sofreu morte...
7
BABY BORN
Reportagem local
Bebê “renasce” após ser batizado por uma médica
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia