Aleteia
Terça-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Religião

Sacerdote, profeta e rei

AFP PHOTO / JACK GUEZ

Christian Orthodox pilgrims attend a baptism ritual in the Jordan River on April 20, 2011 at the baptismal site of Kasser el-Yahud. Hundreds of Orthodox Christian pilgrims took a ritual dip in the Jordan River near the West Bank city of Jericho part of their Easter pilgrimage to the Holy Land. AFP PHOTO / JACK GUEZ

Adenilton Turquete - Compartilhando a Graça - publicado em 15/04/14

A Igreja nos ensina que pelo Sacramento do batismo, todo batizado possui uma identidade única que fica gravada para sempre: é sacerdote, profeta e rei

Ao ser batizado o cristão é incumbido de três missões distintas entre si, mas misteriosamente interligadas pelo mistério da fé: Sacerdote, profeta e rei.

Os fundamentos para este mistério se revelam na pessoa de Jesus Cristo, o Verbo de Deus que se fez carne e habitou entre nós. Ele foi sacerdote, profeta e rei. Jesus Cristo, homem, cumpriu a plenitude da representação da busca do homem por Deus.

Na antiguidade os homens buscavam a Deus, mas seus pecados não permitiam que eles alcançassem a Deus. Toda forma de religião é o resultado da busca do homem por seu Deus. Desde que nascemos temos uma centelha que testifica a existência de Deus, mesmo desconhecendo a Deus, algo dentro de nós clama por Deus, pois ao dar o sopro de vida ao homem, Deus nos fez à sua imagem e semelhança.

Toda tentativa humana de acesso a Deus é falha, por isso Deus, em sua infinita misericórdia, através dos séculos estabeleceu alianças com os homens e por meio destas alianças parciais, permitindo o acesso do homem a Ele.

No cenário das alianças aparecem as figuras dos sacerdotes, dos profetas e dos reis.

O ministério do sacerdote está relacionado ao sacrifício, os Hebreus tinham à sua disposição sacerdotes que ofereciam diariamente sacrifícios de animais para expurgar seus pecados. Porém, o perfeito sacerdote, Jesus, fez-se a si próprio sacrifício, doando sua vida para a Salvação da humanidade.

Jesus é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

O ministério do profeta está relacionado à transmissão da vontade de Deus para com os homens, os profetas elevaram a sua voz publicamente para alertar o povo de seus pecados e predizer acerca dos riscos que a falta de arrependimento trariam à Nação. Muitos destes profetas foram perseguidos e mortos nos tempos bíblicos.

Jesus é o profeta do Evangelho, das boas novas, do novo nascimento.

O ministério do rei está relacionado ao governo de todas as coisas, existe uma menção na Bíblia Sagrada de que "quando um justo governa, o povo se alegra". Quando um rei era temente a Deus, os Hebreus prosperavam, quando um rei era ímpio, o povo padecia.

Jesus é o Rei dos reis, Senhor dos senhores. Ele estabeleceu o maior reino da Terra, a Igreja.

O Código de Direito Canônico da Igreja, quando legisla sobre o ‘‘Povo de Deus’‘, diz que:

‘‘Fiéis são os que incorporados a Cristo pelo Batismo, foram constituídos como povo de Deus e assim, feitos participantes, a seu modo, do múnus sacerdotal, profético e régio de Cristo, são chamados a exercer, segundo a condição própria de cada um, a missão que Deus confiou para a Igreja cumprir no mundo’‘ (CDC,cân.204).

Jesus foi constituído por Deus Pai como ‘‘Sacerdote, Profeta e Rei". E como Ele se fez, pela Encarnação, a Cabeça da Igreja, todo o povo de Deus, por Ele, passou a participar dessas três funções do Salvador e, consequentemente, assumimos com Ele a responsabilidade da missão salvífica da humanidade, com todo o serviço do Reino. Deus Pai quis dar-nos a honra de participarmos com Cristo da obra de salvação da humanidade. Inseridos em Cristo pelo Batismo, nos fazemos um com Ele e, portanto, co-responsáveis pela sua missão redentora. O Reino a ser implantado no mundo também é nosso, e Deus quis que cada um de nós participasse da mesma alegria dos anjos quando o pecador volta arrependido para a casa do Pai.

Esse povo tem, portanto, uma vocação sacerdotal. Cada batizado é chamado a participar do mesmo sacerdócio de Cristo. Ele é verdadeiramente o Pontífice (ponte), ‘‘o único mediador entre Deus e os homens’‘ (1 Tm 2,5); mas, pela nossa inserção Nele, no Seu Corpo, pela Igreja e pelo Batismo, Ele fez do novo povo ‘‘um reino de sacerdotes’‘. 

  • 1
  • 2
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
BatismoBíblialeigossacerdote
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Ellen Mady
Para Jesus não existe novena melhor do que es...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico
Reportagem local
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pel...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
JENNIFER CHRISTIE
Jennifer Christie
Fui estuprada numa viagem a trabalho - e meu ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia