Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

8 tipos de mulher que não merecem se casar com você

© Public Domain
Compartilhar

Onde é que estão as mulheres cristãs maduras e preparadas para o casamento? Assim como as mulheres se queixam dos homens, também há homens dizendo que está difícil encontrá-las

A Charisma Magazine, revista mais lida dos Estados Unidos por leitores pentecostais e protestantes carismáticos, publicou em fevereiro um “decálogo” sobre os homens com os quais as mulheres cristãs nunca deveriam se casar. O artigo se tornou viral na internet.
 
Quando os compartilhamentos do texto original já passavam de 1,2 milhões, o autor do artigo, J. Lee Grady, ex-diretor da revista, publicou uma segunda parte, agora voltada aos homens: "8 tipos de mulheres com as quais não se casar… nunca". Aliás, os leitores (e leitoras) tinham pedido insistentemente que ele publicasse os seus conselhos também para os homens. Apesar do "nunca" afirmado no título, o artigo admite que, com alguma ajuda, os defeitos identificados nesses tipos de mulheres podem ser corrigidos e elas podem mudar… Mas deveriam mudar antes do casamento!
 
"Eu dou orientação a muitos jovens e já vi boa parte deles muito bem casados ao longo desses anos todos. Não foi difícil fazer essa lista", escreveu Lee Grady.
 
"Estas são as mulheres que eu peço aos meus filhos espirituais para evitarem":
 
1. A não crente
 
Lee Grady considera que a Bíblia diz, "de modo absolutamente claro", que os cristãos não devem se casar com não crentes: "Não vos deixeis atar ao jugo dos infiéis" (2 Coríntios 6, 14). "Você precisa de uma esposa que ame Jesus ainda mais do que a você", afirma Grady. "Coloque a maturidade espiritual no topo da lista das qualidades que você quer numa esposa".
 
Mas não é "absolutamente claro" que a bíblia proíba o casamento com não cristãos, por mais que a recomendação seja humanamente válida para muitos casais. Em 1 Coríntios 7,14, por exemplo, São Paulo explica o que acontece nos casamentos em que um dos cônjuges não é cristão. O texto deixa claro que o apóstolo não se opõe ferrenhamente a esses casamentos: "O marido incrédulo é santificado pela esposa crente e a mulher incrédula é santificada pelo marido crente".
 
Este pensamento também é mencionado no Catecismo da Igreja Católica (1637), que acrescenta: "É uma grande alegria para o cônjuge cristão e para a Igreja quando esta ‘santificação’ leva à conversão livre do outro cônjuge para a fé cristã. O amor conjugal sincero, a prática humilde e paciente das virtudes familiares e a oração perseverante podem preparar o cônjuge não cristão para acolher a graça da conversão".
 
Estatisticamente, aliás, a principal causa de conversão de adultos ao catolicismo nos países ocidentais é o fato de o namorado/namorada ou cônjuge já pertencer à Igreja católica e o parceiro/parceira desejar compartilhar essa mesma fé. Muitos, no entanto, consideram prudente que o parceiro seja batizado ou se converta ainda durante o namoro, esperando-se um amadurecimento maior da fé antes do casamento.
 
2. A materialista
 
"Um amigo meu estava envolvido com uma garota de família rica. Ele economizou durante meses para lhe comprar um anel, mas, quando conseguiu, ela respondeu que era melhor ele voltar para a joalheria e comprar um com um diamante maior. Em suma, ela esperava que ele se endividasse por causa de um anel para satisfazer as suas expectativas materialistas. Alertei o meu amigo: ele estava se metendo numa enrascada. A menos que você queira passar o resto da vida endividado, não se case com uma mulher que tem cifrões nos olhos e vários cartões de crédito na bolsa de grife".
 
3. A diva
 
Para Lee Grady, a “diva” é a versão feminina do homem que se julga superior às mulheres. "Elas acham que o mundo gira em torno delas e não pensam duas vezes antes de machucar alguém para ‘provar’ isso. Suas palavras são cortantes e suas exigências, proferidas com estalares de dedos, são irracionais. Algumas dessas mulheres até podem conseguir posições de responsabilidade na igreja, mas não se deixe enganar pela conversa ‘superespiritual’ delas. Os verdadeiros líderes são humildes. Se você não vê humildade cristã na moça com quem está saindo, procure a sua futura esposa em outro lugar".

Páginas: 1 2