Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 20 Setembro |
home iconAtualidade
line break icon

Maioria das alunas sequestradas na Nigéria continua sequestrada

<p>(Arquivo) Patrulha no estado de Borno</p>

AFP - publicado em 17/04/14

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu a liberação imediata das estudantes

Cento e quinze das 129 alunas sequestradas na Nigéria continuam desaparecidas, afirmou a diretora da escola, desmentindo também as informações militares sobre a libertação da maioria das estudantes.

"As declarações do exército são falsas", declarou Asabe Kwambura, referindo-se a um comunicado sobre a libertação de 121 estudantes.

Mas a diretora indicou que a informação dada pelo governo do Estado de Borno (noroeste) sobre 14 reféns libertadas era correta.

Na véspera, as autoridades nigerianas afirmaram ter encontrado o reduto dos suspeitos de sequestrar as 129 alunas.

O sequestro em massa, cometido por homens fortemente armados, ocorreu em Chibok, a leste do estado de Borno.

O grupo entrou na escola pública depois de matar um policial e um soldado que protegiam o local. Depois, os homens obrigaram as adolescentes a subir em caminhões e partiram para uma região remota.

Algumas alunas conseguiram fugir na hora do ataque.

O sequestro foi atribuído ao Boko Haram, grupo islamita armado. A insurreição desse movimento já dura cinco anos e causou milhares de mortes no país mais populoso da África.

O Boko Haram, que significa "A educação ocidental é um pecado", atacou escolas e universidades em várias ocasiões.

No mesmo dia do sequestro, uma bomba explodiu em uma estrada perto da capital Abuja, deixando pelo menos 75 mortos e 141 feridos, no atentado mais violento já cometido perto da cidade.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu a liberação imediata das estudantes sequestradas e se disse muito preocupado com os ataques cada vez mais frequentes e brutais contra centros de ensino no norte da Nigéria.

Tags:
Mundo

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
BEATRIZ
Reportagem local
Mistério do sumiço de uma mulher em Aparecida já dura 9 anos
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
4
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
5
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa reafirma: casamento sacramental é só entre homem e mulher
6
Exorcista padre Gabriele Amorth
Gelsomino Del Guercio
Os assombrosos diálogos entre o diabo e um exorcista do Vaticano
7
Aleteia Brasil
O dia em que os cães farejadores detectaram Alguém vivo no Sacrár...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia