Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 15 Junho |
São Vito
home iconEstilo de vida
line break icon

O amor que transforma

© DR

Carlos Padilla Esteban - publicado em 17/04/14

Nossa sociedade está tão doente porque as pessoas estão deixando de criar vínculos

O amor se torna lar, o lugar ao qual chegamos. É esse amor que nos aceita como somos, esse amor no qual podemos crescer. O amor cria, nos recria, nos torna novos, nos transforma. O amor é criador. Ele nos transforma quase sem percebermos, tira o que há de melhor do nosso coração, nos faz acreditar naquilo que podemos chegar a ser, quando nos deixamos conduzir e não hesitamos.

O amor nos cura, cuida de nós, nos faz acordar. O amor nos faz sonhar com o impossível e nos capacita para subir as mais altas montanhas. Ele é criativo, sempre busca coisas novas, não se acostuma com a rotina, mas faz dela um paraíso. Porque, quando o amor se acostuma, ele esfria, se perde.

O amor verdadeiro é capaz de transformar uma estação de trem em um plano fascinante, e uma consulta médica em uma excursão. Ele melhora nosso humor, nos faz rir na tempestade, confiar nos momentos de dúvida.

O amor verdadeiro, saudável e profundo, nos faz acreditar em tudo de bom que há em nossa vida, nos torna livres, nos dá asas para voar fora da nossa zona de conforto, do nosso ninho. Por isso, é tão importante aprender a amar. Por isso, é fundamental deixar-nos amar.

Criar vínculos saudáveis nos cura e nos torna plenos. O Pe. Kentenich dizia que “estamos tendo tantas doenças psíquicas porque não temos vínculos suficientes com pessoas e lugares”.

O homem de hoje não ama da maneira certa. Ama superficialmente, não aprofunda, não cria raízes. Teme os vínculos, não quer amar porque o amor é exigente. Não quer viver com expectativas porque experimentou o fracasso e se sentiu decepcionado.

Por isso, às vezes, a pessoa se torna egoísta, hedonista, superficial, fácil. Foge do sacrifício e da entrega. Não arrisca, para não perder nada. Não sabe se abnegar para que o outro cresça e tenha vida. Não sabe se colocar em um segundo plano, para que o outro floresça, tenha vida, seja importante.

O amor é serviço. Deus nos criou para nos servir. E Jesus age sempre servindo também, atento às necessidades dos outros. É assim que Ele nos ensina a amar: a partir do serviço calado e forte, no silêncio, sem exigir nada

Precisamos de um lar

Como é importante ter um lugar para que o coração descanse! As pessoas costumam voltar aos lugares dos quais gostam. Quais são os meus lugares? Neles estão as minhas raízes. Repousamos neles. São essas pessoas que não pedem e só dão; que, simplesmente ao ver-nos, sorriem; e estar com elas é estar em paz. Isso é um prelúdio do céu.

Aqui está a maravilha da vida, de ser homens: vincular-nos a lugares e pessoas. Ser quem somos, compartilhar os sonhos e as dificuldades, rir das pequenas coisas da vida, compartilhar a mesa. Cuidar e deixar-se cuidar.

É fundamental ter pessoas e lugares nos quais possamos ser nós mesmos, nos quais possamos beber de uma fonte de água fresca, nos quais não precisemos defender nossa posição. Precisamos de mais lugares como Betânia, nos quais possamos descansar e dos quais possamos sair renovados.

É isso que Betânia representa para Jesus. Um lar. Um lugar para ser filho e pai. Com certeza, sua Mãe o acompanhava muitas vezes. Jesus descansava em Betânia. Recobrava as forças. E nós queremos ser este lugar no qual Jesus possa descansar. Deus é assim conosco: Ele nos espera a cada dia, reservando para nós o melhor lugar à mesa.

Maria era Betânia para Jesus e para os seus discípulos. Nela, Jesus descansava todos os dias. Nela, nós também descansamos.

E nós, somos Betânia para que os outros descansem? Queremos que Jesus descanse em nós. E queremos descansar nele também.

Tags:
Amor
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
BABY GIRL
Mathilde de Robien
12 nomes de meninas cujo significado é ligado a Deus
2
Lucía Chamat
A curiosa foto de “Jesus” que está comovendo a Colômb...
3
Reportagem local
Poderoso filme de 1 minuto sobre casamento rende prêmio a cineast...
4
POPE FRANCIS - PENTECOST MASS - SUNDAY
Comunidade Shalom
Depois da Comunhão, o que (e por quem) é mais aconselhável rezar?
5
Reportagem local
Papa Francisco explica quais são os piores inimigos da oração
6
PASSION OF THE CHRIST
Cerith Gardiner
7 provações e tribulações que Jim Caviezel enfrentou ao interpret...
7
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da noite
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia