Aleteia
Terça-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Atualidade

Primeiro-ministro sul-coreano renuncia após naufrágio de balsa

<p>Primeiro-ministro sul-coreano, Chung Hong-Won, anuncia sua renúncia na televisão em 27 de abril de 2014</p>

AFP - publicado em 27/04/14

A busca para encontrar os corpos dos ainda desaparecidos entre os restos da embarcação precisou ser abandonada no sábado devido ao mau tempo

O primeiro-ministro sul-coreano, Chung Hong-Won, renunciou ao seu cargo neste domingo devido ao naufrágio da balsa que deixou ao menos 187 mortos, em sua maioria adolescentes, no dia 16 de abril.

"Apresentei minhas desculpas por ter sido incapaz de impedir que este acidente ocorresse, e incapaz de gerir corretamente o que ocorreu depois (…) Considero que, como primeiro-ministro, devo assumir minhas responsabilidades e renunciar", declarou.

Tanto o governo sul-coreano quanto a maioria das instituições envolvidas na gestão desta crise foram duramente criticados pela gestão do desastre e das operações de resgate.

"Queria renunciar antes, mas a gestão da situação era a prioridade máxima e pensei que seria um ato de responsabilidade fornecer minha ajuda antes de partir. Mas decidi renunciar agora para não ser um peso para o governo", disse Chung Hong-Won.

O número de falecidos declarados chegava neste sábado a 187, de acordo com o balanço oficial, mas 115 pessoas continuam desaparecidas entre os destroços submersos do "Sewol", que afundou na manhã de 16 de abril com 476 pessoas a bordo, 352 das quais eram estudantes do ensino médio em viagem de férias.

– Desânimo e tristeza, todos os tripulantes presos –

Os socorristas já perderam toda a esperança de encontrar sobreviventes e as famílias denunciam o ritmo muito lento das operações de recuperação dos cadáveres.

"O acidente afundou todos os sul-coreanos em um profundo estado de choque e tristeza. Já se passaram muitos dias desde então, mas os gritos dos familiares dos desaparecidos me perturbam durante a noite", confessou o primeiro-ministro renunciante.

"Não é o momento para culpar uns aos outros pelos números, devemos finalizar as operações de resgate", acrescentou, pedindo para ele "perdão e compreensão".

Os 15 membros da tripulação da balsa estão atrás das grades. Os quatro que ainda não haviam sido detidos foram presos na noite de sábado.

O capitão do "Sewol", Lee Joon-seok, assim como outros dez membros da tripulação, já haviam sido detidos sob diferentes acusações, em particular por negligência e abandono dos passageiros.

A atitude da tripulação do navio foi severamente criticada, em particular pela presidente sul-coreana.

"Os atos do capitão e de alguns membros da tripulação são totalmente incompreensíveis, inaceitáveis e equivalentes a assassinato", havia declarado a presidente, Park Geun-Hye.

– A meteorologia complica a busca –

A busca para encontrar os corpos dos ainda desaparecidos entre os restos da embarcação precisou ser abandonada no sábado devido ao mau tempo.

"A situação é muito difícil devido às condições meteorológicas, mas os esforços de busca prosseguem, aproveitando os momentos ocasionais mais calmos", afirmou um porta-voz do serviço da guarda-costeira, acrescentando que 93 mergulhadores participavam das operações deste domingo.

Nos dias anteriores, o clima foi favorável e ajudou o trabalho dos mergulhadores, embora as condições em todo o interior do casco sejam muito duras, sobretudo pela falta de visibilidade, que é quase nula.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Ellen Mady
Para Jesus não existe novena melhor do que es...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico
Reportagem local
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pel...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
JENNIFER CHRISTIE
Jennifer Christie
Fui estuprada numa viagem a trabalho - e meu ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia