Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Atualidade

Aviação síria mata 17 crianças em escola de Aleppo

<p>A escalada da violência é registrada a menos de um mês da eleição presidencial de 3 de junho, na qual o presidente Bashar al-Assad certamente será reeleito.</p>

AFP - publicado em 01/05/14

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lamentou em um comunicado a "escalada" dos "ataques contra escolas e outros alvos civis

A aviação do regime sírio bombardeou nesta quarta-feira um bairro rebelde de Aleppo, no norte do país, matando ao menos 20 pessoas, incluindo 17 crianças em uma escola.

O bombardeio atingiu uma escola no bairro de Ansari, na segunda maior cidade da Síria, devastada por mais de três anos de guerra civil, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Militantes baseados em Aleppo transmitiram imagens de uma fileira de corpos de crianças em sacos cinzas, alguns ensanguentados.

O ataque ocorre no dia seguinte à morte de cerca de 100 pessoas, incluindo quase 80 civis, em um duplo atentado com carros-bomba em um bairro favorável ao regime em Homs (centro), reivindicado pelos rebeldes jihadistas.

A escalada da violência é registrada a menos de um mês da eleição presidencial de 3 de junho, na qual o presidente Bashar al-Assad certamente será reeleito.

A Rússia, aliada de Assad, expressou sua preocupação com "os níveis alarmantes da violência nos últimos dias contra a população civil", jogando a responsabilidade pela situação "para grupos armados ilegais".

Mais ao sul, em Homs, o registro de mortos do duplo atentado de terça-feira no bairro de maioria alauíta chegou a 100.

A Frente Al-Nosra, braço oficial da Al-Qaeda na Síria, reivindicou a autoria do ataque.

O grupo afirmou que havia detonado o primeiro carro-bomba "para provocar o maior número de mortos entre os shabiha (milicianos pró-regime)" no bairro de Al-Abasiya. Em seguida, explodiram o segundo carro na mesma área.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lamentou em um comunicado a "escalada" dos "ataques contra escolas e outros alvos civis, que causaram dezenas de mortos e feridos entre as crianças", apesar de "todos os apelos pelo fim deste ciclo louco de violência".

A violência em Homs e Damasco "é uma mensagem dos rebeldes a Assad de que não haverá áreas seguras para a realização da eleição", declarou Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH.

No penúltimo dia para apresentação de candidaturas à eleição presidencial, o chefe do Parlamento anunciou seis novos candidatos, elevando a 17 o número de concorrentes, todos desconhecidos, exceto Assad, que deverá ser eleito para um terceiro mandato de sete anos. Ele chegou ao poder ao suceder seu pai Hafez, falecido em 2000.

– Crise humanitária –

Com a crise humanitária, um terceiro e enorme campo de refugiados para os sírios que fugiram da guerra em seu país foi aberto nesta quarta-feira na Jordânia, onde a ONU e um ministro exigiram mais ajuda da comunidade internacional.

O campo de Azraq pode acolher, no momento, até 50.000 pessoas, mas, segundo o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur), sua capacidade pode chegar a 130.000 refugiados futuramente.

Cerca de 580.000 refugiados da Síria foram oficialmente registrados pela ONU na vizinha Jordânia.

O acampamento de Azraq deve ajudar a aliviar a pressão sobre o campo de Zaatari, no norte do país, para onde mais de 100.000 sírios fugiram, o equivalente à população da quinta maior cidade da Jordânia.

"Este é provavelmente o maior campo de refugiados do mundo", declarou o representante do Acnur na Jordânia, Andrew Harper, durante a inauguração do campo, localizado no deserto, 100 km a leste de Amã.

Em Nova York, a responsável pelas operações humanitárias das Nações Unidas, Valerie Amos, constatou o fracasso dos esforços para melhorar a entrega de ajuda aos sírios, citando "242.000 sírios sitiados" pelos combates.

Em um relatório anual do Departamento de Estado, os Estados Unidos, que apoiam a rebelião, advertiram para o risco do surgimento de uma "nova geração de terroristas" na Síria, onde a guerra atrai milhares de combatentes estrangeiros que vão lutar contra o regime, que recebe a ajuda de milícias xiitas, como o Hezbollah.

O chefe da diplomacia francesa, Laurent Fabius, disse nesta quarta que a decisão dos ocidentais de não intervir militarmente na Síria em 2013, depois de um ataque químico devastador em uma área próxima a Damasco, foi um "erro" que enfraqueceu a sua posição diante da Rússia.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
FilhosMundoViolência
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia