Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
Atualidade

UE pede investigação independente após mortes em porto ucraniano

<p>A alta representante da UE para Política Externa e Segurança, Catherine Ashton, em entrevista coletiva em Genebra, em 17 de abril de 2014</p>

AFP - publicado em 04/05/14

Segundo a polícia local, pelo menos 42 pessoas morreram na sexta, em Odessa

A chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, pediu neste sábado uma investigação independente para identificar os responsáveis pela violência que deixou cerca de 40 mortos nesta sexta-feira em Odessa, porto do sul da Ucrânia.

Catherine pediu moderação, para que a situação não se agrave.

"O que provocou a perda trágica de tantas vidas deve ser esclarecido por meio de uma investigação independente, e os responsáveis devem responder na Justiça", afirmou Catherine.

"A União Europeia (UE) convoca todas as partes à maior moderação possível e que não se explore essa tragédia para incitar mais ódio, divisões e violência gratuita", acrescentou a diplomata, que também manifestou suas "condolências às famílias das vítimas".

Para ela, os eventos de sexta-feira foram uma "violência cega".

Na véspera, um incêndio "de origem criminosa" arrasou à noite a Casa dos Sindicatos de Odessa e causou a morte de 31 militantes pró-Rússia que haviam se entrincheirado no prédio, cercado por partidários do governo central.

Antes, uma manifestação em favor da união da Ucrânia havia sido atacada por pró-russos, deixando quatro mortos.

Segundo a polícia local, pelo menos 42 pessoas morreram na sexta, em Odessa.

A representante da UE pediu a "todos os ucranianos que se reúnam e descubram como superar as divisões alimentadas de maneira artificial nesses últimos meses".

"Todas as forças políticas devem, a partir de agora, assumir sua responsabilidade e travar um diálogo para encontrar um denominador comum para a crise. Todos os signatários do acordo de Genebra de 17 de abril devem redobrar seus esforços para que ele seja aplicado", insistiu.

Concluído a duras penas em meados de abril entre Ucrânia, Rússia, Estados Unidos e UE, esse acordo visava, justamente, à redução das tensões na Ucrânia.

Em um segundo comunicado, a diplomata comemorou a libertação dos inspetores da OSCE feitos reféns pelos rebeldes separatistas de Slaviansk, no leste da Ucrânia.

"Somos muito gratos a todos os que trabalharam para esse desfecho positivo. É necessário agora que isso seja seguido pela libertação de todos os reféns detidos por grupos ilegalmente armados na Ucrânia", frisou.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Mundo
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia