Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 23 Julho |
Bem-aventurada Joana de Orvieto
home iconAtualidade
line break icon

Japão não aceitará mudanças de fronteiras, avisa primeiro-ministro

<p>O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, é visto em 6 d emaio de 2014, na sede da OTAN, em Bruxelas</p>

AFP - publicado em 06/05/14

Desde o final de 2012, as relações entre China e Japão estão mais tensas devido a uma disputa territorial em torno de Senkaku

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, afirmou nesta terça-feira que o Japão não aceitará uma mudança de fronteiras na Europa e na Ásia.

"Não vamos tolerar uma mudança do status quo por meio da intimidação, da coerção ou da força", disse o primeiro-ministro japonês em uma coletiva de imprensa com o secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, em Bruxelas.

"Essa posição não só se aplica à Europa ou à Ucrânia. Aplica-se também ao leste da Ásia, e a todo o mundo. É algo que todos devem levar em consideração", acrescentou Abe.

Rasmussen, que recebeu o primeiro-ministro japonês ressaltou a gravidade da crise na Ucrânia "para a segurança europeia".

"Esta crise tem sérias implicações para a segurança e para a estabilidade de toda a área euro-atlântica", disse o secretário-geral, acrescentando que "a segurança e a estabilidade nas regiões euro-atlântica e da Ásia-Pacífico não podem ser tratadas de forma separada".

O Japão não é integrante da aliança atlântica, mas tem assinado acordos de cooperação com a organização e participa de programas conjuntos de luta contra a pirataria marítima e antiterrorismo. As Forças de Autodefesa do Japão também apoiam a missão da Otan no Afeganistão.

Abe não mencionou a China na coletiva de imprensa.

Desde o final de 2012, as relações entre China e Japão estão mais tensas devido a uma disputa territorial em torno de Senkaku, um pequeno arquipélago administrado por Tóquio e que Pequim reivindica, batizando a região de Diayou.

Em abril, o presidente americano, Barack Obama, apoiou Tóquio nesse litígio, ao afirmar que o arquipélago está "coberto" pelo tratado de defesa entre Estados Unidos e Japão.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Reportagem local
A arrepiante oração escrita pela mulher que está no corredor da m...
4
PRIEST-EUCHARIST-ELEVATION-HOST
Philip Kosloski
O que devemos rezar quando o padre eleva a hóstia e o cálice?
5
Mãe de Nina Rios, Fernanda Rocha Kanner exclui redes sociais da filha
Reportagem local
Brasil: médica exclui redes sociais da filha e recebe ataques e e...
6
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
7
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia