Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 25 Janeiro |
Conversão de São Paulo
home iconAtualidade
line break icon

Tragédia em mina da Turquia deixou 232 mortos

<p>Homem beija o filho resgatado na mina de carvão de Manisa, após explosão, em 13 de maio de 2014</p>

AFP - publicado em 14/05/14

A catástrofe industrial, uma das mais graves da história da Turquia, provocou uma forte reação nas redes sociais, sobretudo contra o governo

O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou nesta quarta-feira que o balanço do acidente em uma mina do oeste do país nesta terça-feira subiu para 232 mortos.

Erdogan fez o anúncio aos jornalistas em Soma, cidade da catástrofe, segundo o canal de notícias CNN-Türk.

No total, 787 trabalhadores estavam na mina no momento da explosão, às 12H30 GMT (9H30 de Brasília) de terça-feira. Ao que parece, o acidente foi provocado por uma falha elétrica em um transformador.

As explosões nas minas de carvão são comuns na Turquia, principalmente no setor privado, no qual geralmente as regras de segurança não são respeitadas.

Na cidade de Ancara, a polícia usou gás lacrimogêneo contra centenas de estudantes que protestavam contra o governo islamita conservador, que consideram responsáveis pela tragédia na região oeste do país.

Um grupo de entre 700 e 800 manifestantes pretendiam caminhar de um campus universitário de Ancara até a sede do ministério da Energia, que fica no mesmo distrito, com vaias ao governo de Erdogan.

Os manifestantes responderam com pedras contra a polícia, que também usou jatos de água.

A catástrofe industrial, uma das mais graves da história da Turquia, provocou uma forte reação nas redes sociais, sobretudo contra o governo, acusado de negligência e de indiferença em relação aos trabalhadores mais pobres.

No ano passado, milhões de pessoas protestaram nas ruas contra o "autoritarismo" e a "guinada islamita" do governo.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
2
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
3
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
4
FAMILY PRAY
Philip Kosloski
Oração para manter as crianças longe do perigo
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
Daniel Neves e Nossa Senhora dos Rins
Francisco Vêneto
Nossa Senhora dos Rins e a devoção de um menino que pede a graça ...
7
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia