Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Capitão e tripulantes do ferry sul-coreano acusados de homicídio

Familiares de vítimas do naufrágio na Coreia do Sul exibem fotografias durante protesto diante da casa da presidente sul-coreana em 9 ed maio

Compartilhar

O ferry afundou no dia 16 de abril, quando levava 476 passageiros, sendo 325 estudantes

O capitão e outros três membros da tripulação do ferry sul-coreano que afundou no mês passado – deixando 281 mortos e 23 desaparecidos – foram acusados nesta quinta-feira de homicídio culposo, informou a agência de notícias Yonhap.

Os quatro são acusados de negligência durante o acidente que provocou o naufrágio do ferry "Sewol", quando orientaram os passageiros a permanecer a bordo e abandonaram o navio que começava a adernar.

O capitão Lee Joon-Seok, um engenheiro e dois marinheiros podem ser condenados à pena capital.

Além dos quatro, outros 11 tripulantes são acusados de abandonar o barco enquanto os passageiros estavam retidos a bordo em meio ao naufrágio.

O ferry afundou no dia 16 de abril, quando levava 476 passageiros, sendo 325 estudantes da mesma escola que participavam de uma viagem organizada para um resort na ilha de Jeju.

Segundo a investigação, o capitão e sua tripulação demoraram muito tempo para determinar o abandono do ferry, e quando a ordem foi finalmente dada, a inclinação do barco impediu a fuga dos passageiros.

Após sua detenção, o capitão explicou que queria impedir que os passageiros se atirassem ao mar antes da chegada das equipes de resgate, para que não se afogassem.

Boletim
Receba Aleteia todo dia