Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 07 Março |
home iconReligião
line break icon

Satanás, o pai do cristianismo barato

Gwendal Uguen

Stephen Herreid - Aleteia Vaticano - publicado em 19/05/14

Não joguem pérolas aos porcos. Se isto parece duro, reclamem com Jesus

Depois da recente e malograda “iniciativa” de profanar a liturgia cristã na Universidade de Harvard, a maioria dos cristãos foi rápida em reivindicar uma vitória. “Deus mostrou a sua glória e a serpente foi de volta para o inferno”, ouço dizerem. Alguns comentam que o caso de Harvard é mais ou menos uma indicação do quanto devemos nos sentir seguros e esperançosos como cristãos na sociedade de hoje. “Esta é uma oportunidade para se oferecer a graça de Deus aos satanistas”, diz um. “A presidente de Harvard pode estar no caminho da conversão”, diz outro. “Todo mundo já é cristão lá no fundo, porque todos estão tentando, no fundo, fazer a coisa certa. Vamos celebrar a vitória de Deus! Boa jogada, Deus!”.

As mentiras nem sempre cheiram a mentiras; muitas vezes, os mentirosos que as contam acreditam sinceramente nas piores delas. É inerente ao conceito cristão de maldade que o pecado sempre contenha um elemento de falsidade, e que o pecador pode ser tão tomado por ele a ponto de virar seu escravo: cego, dependente do mal que obscurece a sua inteligência e consciência. Ele caminha na escuridão. Não há justiça no mundo do pecador, não reparação para os pecados que ele abraça.

Você já ouviu a história do menino alemão que visitou o seu pároco católico durante a Segunda Guerra Mundial? Quando o menino disse ao padre que gostaria que alguém assassinasse Hitler de uma vez, o padre respondeu com uma repreensão suave. "Se alguém o matasse hoje, que chance teria ele de se arrepender e entrar no Reino de Deus? Não, seria horrível para ele morrer agora". Enquanto isso, o reverendo Bonhoeffer participava de um plano de assassinar o assassino em massa, tentativa corajosa por causa da qual ele acabou preso e morto. Eu espero que a história sobre o menino e o padre não seja verdadeira. Se for, é uma história sobre uma mentira. A injustiça contida nessa imitação adocicada de misericórdia me faz tremer.

Pelo que sabemos, Hitler era totalmente sincero quanto aos seus planos de tornar o mundo “um lugar melhor”. Ele parecia mesmo querer dizer o que dizia, colocando em jogo a reputação do seu país, da sua religião e dele próprio –e se matando, de vergonha, quando a sua utopia ariana fracassou. Mas nós não precisamos duvidar da sinceridade de um nazista para condenar o nazismo. Não precisamos duvidar das boas intenções de vilão nenhum para condenar a sua vilania, mesmo que ele se diga cristão. O legado de Hugo Chávez, por exemplo, foi de crueldade, corrupção e abusos. Ele também era, publicamente, um “convertido” que beijava Jesus na presença dos eleitores. Tal como Judas.

Se não mantivermos a guarda contra o pecado e contra as falsidades do mundo, a nossa "sinceridade" e até mesmo o nosso "cristianismo" serão reduzidos a nada mais que perfumaria. O cristianismo, aliás, tem sido usado há séculos como um dos “perfumes” mais populares do mercado do mal, deturpado para intoxicar em vez de santificar.

Como escreve J. Budziszewski, "todo mal é um bem arruinado. Não há outra maneira de se obter um mal". Mais ainda: quanto melhor é um bem, mais hediondo é o ato de arruiná-lo. Santo Tomás de Aquino diz que "a pior corrupção é a dos melhores". A missa negra que quase aconteceu em Harvard seria um exemplo óbvio destes dois princípios: o mais santo dos sacramentos da nossa religião profanado numa paródia da divina liturgia, e o santuário mais respeitável da razão, da inteligência e do ensino superior do nosso país reduzido ao nível de um gueto sórdido dedicado a Satanás, o pai do caos e da confusão.

Mas os cristãos podem, à sua maneira, cometer uma ofensa semelhante, do mesmo tipo, embora não do mesmo grau, jogando "pérolas" aos "porcos" impenitentes. Não me condenem: isso está na Escritura. Aliás, Cristo o disse ainda mais incisivamente: quando uma mulher pagã procurou a sua ajuda, Ele disse que “não é bom tirar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos”. Cristo só atendeu ao pedido dela depois que ela provou o seu arrependimento. Ele a comparou a um cão faminto e, mais importante, a um cão mau, mas necessitado de misericórdia.

  • 1
  • 2
Tags:
MundoPerseguiçãosatanismoSeitas
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
MIRACLE
Maria Paola Daud
Mateo se perdeu no mar… e apareceu nos braços do pai
2
MADONNA
Maria Paola Daud
A curiosa imagem da Virgem Maria protetora contra o coronavírus
3
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
4
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
5
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
6
Santo Sudário
Aleteia Brasil
Manchas do Santo Sudário são do sangue de alguém que sofreu morte...
7
BABY BORN
Reportagem local
Bebê “renasce” após ser batizado por uma médica
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia