Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Atualidade

Trinta reféns são libertados por rebeldes no Mali

<p>Soldados do Mali fazem patrulha em 29 de julho de 2013, em Kidal</p>

AFP - publicado em 20/05/14

Vários grupos "jihadistas", alguns ligados à rede Al-Qaeda no Magreb Islâmico (AQMI), seguem ativos no norte do Mali

Por volta de 30 funcionários do governo do Mali que estavam em poder de rebeldes tuaregues em Kidal (nordeste) foram libertados nesta segunda-feira, informaram uma fonte da organização e um agente humanitário.

"Acabamos de receber cerca de trinta reféns. Eles estão bem. Dois estão muito cansados", declarou um integrante da missão da ONU no Mali (Minusma), em Kidal.

A informação foi confirmada por um agente humanitário que participou da entrega dos reféns à Minusma. Há "entre 28 e 30 pessoas com a Minusma", disse.

Na noite de domingo, o primeiro-ministro malinês, Moussa Mara, havia afirmado que as autoridades tentavam conseguir a libertação dos reféns, que havia sido exigida por Estados Unidos e França.

Os funcionários do governo malinês estavam desde sábado em poder do Movimento Nacional de Libertação do Azawad (MNLA), rebelião tuaregue presente em Kidal. Os rebeldes afirmaram que eles tinham sido feitos "prisioneiros" depois de combates com o Exército malinês no sábado.

Bamako anunciou o envio de reforços ao feudo tuareg de Kidal para tentar retomar o controle da cidade.

"Nas últimas 24 horas, chegaram 1.500 militares malineses para reforçar as tropas em Kidal", disse à AFP uma fonte militar estrangeira.

Segundo um oficial do Exército do Mali, este número "será revisado para cima nas próximas horas".

Vários grupos "jihadistas", alguns ligados à rede Al-Qaeda no Magreb Islâmico (AQMI), seguem ativos no norte do Mali, apesar da intervenção armada internacional lançada em janeiro de 2013 sob a liderança da França.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
CHILE
Reportagem local
Duas igrejas são incendiadas durante protesto...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia