Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Outubro |
Beato Domingos Collins
home iconAtualidade
line break icon

Bálcãs avaliam danos das inundações mais graves em um século

<p>Protegida por equipamento médico, uma mulher recolhe seus pertences do lado de fora da casa alagada em Krupanj, 130 km ao sudoeste de Belgrado, em 20 de maio de 2014</p>

AFP - publicado em 21/05/14

O rio Sava, que desemboca no Danúbio em Belgrado, permanecia em nível elevado

Sérvia e Bósnia temiam nesta quarta-feira novas cheias do rio Sava, ao mesmo tempo que começavam a avaliar a magnitude dos danos provocados pelas inundações mais graves do último século, que afetaram mais de 1,6 milhão de pessoas e provocaram 49 mortes.

O rio Sava, que desemboca no Danúbio em Belgrado, permanecia em nível elevado e milhares de voluntários trabalhavam nas cidades da Sérvia para reforçar os diques de contenção.

"Esperamos níveis máximos nesta quarta-feira e na sexta-feira. Se isto acontecer, poderemos afirmar que protegemos Belgrado", declarou o prefeito da capital sérvia, Sinisa Mali.

Na região nordeste da vizinha Bósnia, a situação era ainda mais complicada, especialmente na zona de Orasje, uma cidade na qual os voluntários instalaram um muro com sacos de areia de seis quilômetros de comprimento ao longo do Sava.

"O Sava ainda é uma ameaça. Os danos são tão grandes que a região vai demorar 10 anos para recuperar-se", declarou Blaz Zuparic, funcionário da prefeitura de Orasje.

Várias localidades da região de Orasje estão completamente submersas, especialmente Kopanica, onde apenas os telhados das casas escaparam das águas.

"Agora apenas Deus pode nos ajudar a suportar. Além da catástrofe ecológica, a região passará por um segundo êxodo em 22 anos", declarou Zuparic, em referência ao deslocamento da população provocado pelo conflito étnico na Bósnia (1992-1995).

Nas cidades que registram uma redução do nível da água, os moradores lutam contra o tempo para limpar e desinfetar as ruas, com o objetivo de evitar epidemias.

Na Bósnia e na Sérvia se acumulam os cadáveres de vacas, ovelhas, porcos e outros animais domésticos, vítimas de afogamento e que estão em decomposição.

As condições climáticas mais clemente dos últimos dias, com temperaturas de 24 graus, permitiram o início do trabalho de limpeza das áreas afetadas.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
tragedia
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Brasileira Simone Barreto Silva é vítima de ataque terrorista na catedral de Nice
Reportagem local
Brasileira é vítima no ataque terrorista na c...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Reportagem local
França: atentado na basílica de Notre Dame em...
Pe. Robson de Oliveira
Francisco Vêneto
Defesa desmente Fantástico, da TV Globo, em n...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia