Aleteia
Segunda-feira 26 Outubro |
São Fulco
Atualidade

Em Belém, Papa toca o 'muro' e denuncia situação 'inaceitável'

© AP Photo / Osservatore Romano

<span style="font-family:Verdana, Helvetica, Arial, sans-serif, Geneva;font-size:11px;line-height:15px;">Pope Francis touches the wall that divides Israel from the West Bank, on his way to celebrate a mass in Manger Square next to the Church of the Nativity, believed by many to be the birthplace of Jesus Christ, in the West Bank town of Bethlehem,&nbsp;</span><span class="aBn"><span class="aQJ">Sunday, May 25, 2014</span></span><span style="font-family:Verdana, Helvetica, Arial, sans-serif, Geneva;font-size:11px;line-height:15px;">. (AP Photo/Osservatore Romano)</span>

Agências de Notícias - publicado em 25/05/14

Francisco teve a calorosa recepção de cerca de 10.000 fiéis na Praça da Manjedoura, enfeitada com bandeiras do Vaticano e palestinas

O papa Francisco entrou em contato, neste domingo em Belém, com a realidade do conflito entre israelenses e palestinos ao tocar a barreira de separação israelense, e pediu o fim de uma situação "inaceitável, pelo bem de todos".

Depois de chegar a Belém, vindo da Jordânia em um helicóptero militar, ele foi recebido com todas as honras de Estado da Palestina pelo presidente Mahmud Abbas, que o abraçou, e por uma delegação de autoridades palestinas.

Diante de Francisco, Abbas acusou Israel de tentar "mudar a identidade e o caráter de Jerusalém Oriental e de asfixiar sua população palestina, cristã e muçulmana, com o objetivo de expulsá-la" da cidade.

Ele também falou ao pontífice do "terrível muro que Israel construiu pela força brutal".

O chefe da Igreja Católica pediu "o reconhecimento por parte de todos do direito de dois Estados existirem e desfrutarem da paz e da segurança em fronteiras internacionalmente reconhecidas".

A caminho da Praça da Manjedoura para celebrar uma missa sob a proteção de cerca de 3.000 integrantes das forças de segurança palestinas, o Papa parou seu carro sem capota para ir a pé ao muro de concreto, onde fica uma torre de vigia.

Ele encostou as mãos no muro, em parte coberto de pichações recentes, incluindo uma em inglês destinada diretamente a ele: "Papa, precisamos de alguém que fale de justiça".

O assessor político de Abbas, Nimr Hammad, saudou uma mensagem significativa de que "não se pode alcançar a paz, enquanto Israel continuar a construir muros de separação racistas entre os povos palestino e israelense".

De acordo com um porta-voz do comitê organizador palestino, Achraf al-Ajrami, "ao parar diante do muro e ao tocá-lo, o Papa tocou a dor diária vivida pelo povo palestino".

Farid Abu Mohor, morador da cidade de Beit Jala, onde o traçado da barreira ameaça o acesso as suas terras agrícolas, disse "esperar que atos como esse impeçam que o muro seja concluído".

– Menino Jesus envolto em um keffieh –

Em seguida, Francisco teve a calorosa recepção de cerca de 10.000 fiéis na Praça da Manjedoura, enfeitada com bandeiras do Vaticano e palestinas, além de um quadro gigante do nascimento de Jesus, que na pintura aparecia envolto em um keffieh, símbolo nacional palestino.

Lá ele celebrou a missa e convidou o presidente israelense, Shimon Peres, e Mahmud Abbas para a sua "casa" no Vaticano para que rezassem com ele pela paz, em um gesto sem precedentes.

Os cristãos da minoria árabe em Israel, que eram muitos na missa, não podiam esconder a decepção pelo fato de o Papa não ter ido a Nazaré, principal cidade árabe israelense e local onde, de acordo com os cristãos, Jesus começou a transmitir a palavra de Deus. Mas o Papa disse que espera poder visitar a localidade "se Deus quiser, em outra oportunidade".

O café da manhã de Jorge Bergoglio foi ao lado de famílias palestinas pobres. Ele ainda se reuniu com crianças do campo de refugiados de Dheisheh. Depois, visitou a Basílica da Natividade, construída no local onde Jesus nasceu, segundo a tradição.

Para Daniel Bsoul, de Nazaré, "o Papa é um símbolo de luz nas sombras desta região turbulenta".

O sumo pontífice irá de helicóptero durante a tarde para o aeroporto Ben Gurion de Tel Aviv, onde será oficialmente recebido em Israel por Shimon Peres.

Ele vai seguir para Jerusalém para o ponto culminante de sua peregrinação ecumênica.

Francisco vai se reunir com patriarca de Constantinopla, Bartolomeu, chefe espiritual da Igreja Ortodoxa no mundo, cinquenta anos depois do encontro histórico entre o papa Paulo VI e o chefe da Igreja Ortodoxa na época, Atenágoras.

O momento mais aguardado do encontro será a oração conjunta com os chefes das Igrejas cristãs do Oriente na Basílica do Santo Sepulcro, considerado pelos cristãos o local de crucificação e ressurreição de Cristo.

Diante das ameaças de manifestações de ativistas judeus de extrema direita, a Polícia de Israel anunciou neste domingo a detenção de 26 integrantes do movimento que protesta contra a visita ao Monte Sião, onde o Papa deve celebrar uma missa na segunda-feira.

A polícia, que mobilizou mais de 8.000 agentes em uma operação chamada de "Batina Branca", também impôs restrições à aproximação de dezenas de militantes desse movimento.

(Com AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Terra Santa
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco e casais homossexuais: o que e...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia