Aleteia
Terça-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Atualidade

Ataque a igreja foi um 'ato terrorista', afirma presidente centro-africana

<p>(Arquivo) A presidente interina da República Centro-Africana, Catherine Samba Panza</p>

AFP - publicado em 30/05/14

O ataque de quarta-feira teve como alvo a igreja Nossa Senhora de Fátima de Bangui

A presidente interina da República Centro-Africana, Catherine Samba Panza, classificou nesta sexta-feira de "ato terrorista" o ataque a uma igreja em Bangui que deixou 17 mortos na última quarta-feira e provocou uma onda de violência na capital.

"O fato de os autores dos crimes continuarem a circular livremente explica esse aumento de atos terroristas", declarou em uma transmissão de rádio Samba Panza, mencionando o ataque contra a Igreja de Nossa Senhora de Fátima e denunciando "uma situação de guerrilha urbana".

A presidente também pediu aos manifestantes "que ergueram barricadas na capital para desfazê-las imediatamente. Porque não é na desordem que podemos governar um país. Eu não quero que o sangue do povo centro-africano continue a fluir", disse, ao declarar luto nacional de três dias em memória das vítimas da igreja.

Samba Pança também pediu às forças francesa Sangaris, africana Misca e europeia Eufor-RCA "para fornecer todo o apoio necessário à polícia e à guarda nacional" para prender os culpados.

Para restaurar a segurança em Bangui, "precisamos do envolvimento de todas as nossas forças de defesa e segurança incluindo as forças armadas centro-africanas", insistiu.

O ataque de quarta-feira teve como alvo a igreja Nossa Senhora de Fátima de Bangui. Testemunhas acusaram a ex-rebelião Seleka, de maioria muçulmana.

Desde janeiro, após a renúncia forçada do presidente Michel Djotodia e de seu movimento rebelde Seleka, que havia tomado o poder em março de 2013, o conflito no país ganhou uma dimensão religiosa.

Os muçulmanos de Bangui, acusados de colaboração com a rebelião Seleka, foram vítimas de ataques das milícias cristãs conhecidas como "antibalaka" e muitos muçulmanos foram obrigados a partir ao exílio.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Ellen Mady
Para Jesus não existe novena melhor do que es...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico
Reportagem local
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pel...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
JENNIFER CHRISTIE
Jennifer Christie
Fui estuprada numa viagem a trabalho - e meu ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia