Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 27 Outubro |
Aleteia logo
home iconReligião
line break icon

Exorcismo, arma contra o mal

Família Cristã

Ilustração: exorcismo

Família Cristã - publicado em 30/05/14

A Igreja Católica defende a existência do Diabo enquanto entidade sobrenatural, não apenas como a ausência de Bem

Não há demónios que cospem fogo ou levitações no meio de tempestades destruidoras. Mas a existência do demónio enquanto anjo que renunciou a Deus faz parte dos ensinamentos da Igreja. O exorcismo torna-se assim numa arma de luta do homem contra o Diabo, mas de nada valerá se a vida não for repleta de oração, confissão e retidão. Esta é uma viagem que assusta, mas que importa ser feita.

«Um dia passei numa feira de ocultismo e perguntei pelo melhor que ali estava. Entrei e senti um arrepio. Ele sabia tudo sobre a minha vida, e eu nem abri a boca para falar. Disse-me que a alma do meu pai não estava em paz, e que precisava que eu fizesse magia branca para ficar. Recusei-me e saí dali, mas a partir daquele momento tudo foi diferente.»

Ao longo da história, o homem sentiu a tentação, falou na existência do Mal e concebeu hipóteses sobre a existência do Demónio, um ser, entidade ou pensamento que procura influenciar a nossa vida e afastar os crentes do caminho do Bem, ou de Deus. Mas para a Aldina, 36 anos, todas estas experiências foram bem mais reais. «O meu pai morreu em 2001 e comecei a querer saber mais sobre a sua alma, se estava em paz», diz. Esta curiosidade levou-a a feiras do oculto, encontros de espiritismo, médiuns, leitores de tarot e até a encontros da Nova Era, um movimento que se baseia no bem-estar e na tolerância universal, rejeitando Deus e a religião.

A exploração de pessoas fragilizadas por traumas é comum nesta área. Há muitos "profissionais" da adivinhação que não passam de meros charlatões. «No entanto, nem todos são assim, e é com esses que é preciso ter mais atenção, pois é nesses que o Diabo reside e pode fazer mal», defende o Pe. Duarte Sousa Lara, um sacerdote de Lamego que, nomeado oficialmente pelo seu bispo, se tornou uma referência portuguesa na área dos exorcismos. O sacerdote confirma que há adivinhos que inspirados pelo Demónio, com o qual têm um pacto, conseguem ter os poderes de adivinhação que a Aldina testemunhou na primeira pessoa. Com a escola do Pe. Gabriele Amorth, um padre paulista italiano que trouxe de volta à ribalta o tema das possessões demoníacas em Itália, o Pe. Sousa Lara vai recebendo, acompanhando e exorcizando pessoas que se dirigem até ele em número cada vez maior. «É preciso saber distinguir as pessoas que necessitam de um exorcismo daquelas que têm problemas psicológicos, e algumas das pessoas que vêm até mim são direcionadas para psiquiatras ou psicólogos. Por outro lado, também alguns psicólogos e psiquiatras enviam para mim alguns dos seus casos mais enigmáticos, porque não encontram para eles nenhuma explicação a não ser a presença de um distúrbio de ordem diabólico», assegura. Todas as semanas o sacerdote recebe pessoas que vêm não apenas da sua diocese, mas também de outros pontos do país, até porque, apesar de a Santa Sé ter pedido que em cada diocese houvesse um exorcista, essa ainda não é a realidade do nosso país.

«Já mal conseguia trabalhar, e fui à procura de outros adivinhos para confirmar as teorias. Fui a pessoas cada vez piores. Então começaram os pesadelos», recorda Aldina, que conta que foram ficando cada vez mais «negros» com o passar dos anos. «Durante anos sonhei com o meu pai, e cães a atacarem-me, sangue, tudo muito negro», conta.

Luta entre o bem e o mal

As coisas atingiram o pico em 2011, quando decidiu frequentar um curso da Nova Era. «Quando frequentei o curso da Nova Era, em que paguei 200 €, as coisas pioraram muito mais. Permiti que "mexessem" em mim, e aí aconteceram-me coisas tremendas. Deixei de comer, não controlava o meu corpo, sentia que vinha uma coisa que me alterava a voz, falava línguas que eu não dominava, como o alemão. Estava sempre consciente, com uma força sobre-humana, ninguém me conseguia segurar. Quando me colocavam uma Bíblia à frente durante estes ataques, eu cheguei a rasgar a Bíblia, reagia à água benta, inchava imenso, o meu cabelo ficava em pé…»

  • 1
  • 2
  • 3
Tags:
DemônioExorcismo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
SANDRA SABATTINI
Francisco Vêneto
Primeira noiva em processo de canonização na história foi beatifi...
2
EUCHARIST
Reportagem local
O que fazer se a hóstia cair no chão durante a Missa?
3
Transplante de rins
Francisco Vêneto
Transplante de rim de porco em humanos: a Igreja tem alguma objeç...
4
Pe. Jonas Magno de Oliveira e sua mãe
Francisco Vêneto
Mãe de padre brasileiro se torna freira na mesma família religios...
5
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa Francisco: “Tenho medo dos diabos educados”
6
As irmãs biológicas que se tornaram freiras no instituto Iesu Communio
Francisco Vêneto
As cinco irmãs biológicas que se tornaram freiras em apenas 2 ano...
7
Don José María Aicua Marín
Dolors Massot
Padre morre de ataque cardíaco enquanto celebrava funeral
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia