Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 28 Setembro |
Santos Alfeu, Alexandre e Zósimo
home iconEstilo de vida
line break icon

Marido de Mariah Carey agradece sua mãe por não tê-lo abortado

Religión Digital - publicado em 05/06/14

“Sempre serei uma parte de você”, canta Nick Cannon

A música “Can I live?” (“Posso viver?”) entrou para a lista dos hits há quase nove anos, mas LifeNews a resgatou agora, ao citar a história de Nick Cannon, junto a outras celebridades que estiveram a ponto de morrer em uma clínica de abortos, ainda que suas respectivas mães tenham decidido salvá-las no final: Justin Bieber, Tim Tebow, Cher, Celine Dion, o congressista republicano Marlin Stutzman e inclusive João Paulo II, cuja mãe rejeitou a proposta dos médicos, após suas duas anteriores gravidezes de alto risco.

Cannon, de 33 anos, é rapper, ator e produtor, estrela da música e da televisão, e se casou com Mariah Carey em 2008. Com ela, teve dois filhos (gêmeos, menino e menina), que vieram ao mundo em 2011, depois de nove meses muito complicados para a artista, que sofreu de diabetes gestacional.

Nick nunca quis que sua música se incorporasse ao debate público sobre o direito à vida. “Não fiz esta música para fazer uma afirmação política. Só quero agradecer à minha mãe por ter sido forte’, declarou ao USA Today em julho de 2005, em plena polêmica quando seu álbum foi divulgado. “Eu não sou pró-vida ou pró-aborto. Sou pró-Nick. Simplesmente sou feliz por estar aqui”, afirmou.

Mas a música de Nick sempre foi considerada pelos grupos pró-vida norte-americanos como uma referência, como qualquer outro instrumento que recorde à sociedade algo evidente, mas incômodo: que o aborto elimina um ser humano.

Por outro lado, a letra de “Can I live?” é, em si mesma, todo um argumento contra o aborto, como se pode ver no clipe, que começa afirmando ser “baseado em uma história real” ocorrida em 1979 (Nick nasceu em 8 de outubro de 1980).

Tags:
Aborto
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Claudio de Castro
O Purgatório e o misterioso alarme das 3 da manhã
2
Broken Mary
Reportagem local
Nasce (e cresce) nos EUA a inspiradora devoção a “Nossa Senhora D...
3
Maria Paola Daud
O dia em que Nossa Senhora parou a lava do vulcão Etna
4
Caio Batista, jovem ex-protestante que se tornou católico
Reportagem local
Carta de jovem ex-protestante repercute nas redes: “Sim, eu me to...
5
Vulcão Cumbre Vieja
Violeta Tejera
Vulcão Cumbre Vieja obriga pároco a evacuar capela às pressas
6
Santa Missa
Reportagem local
Quanto tempo devemos chegar antes da Missa?
7
Irmã Cecilia
Reportagem local
Quem sorri assim no momento da morte?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia