Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 16 Outubro |
Santa Margarida Maria Alacoque
Aleteia logo
home iconEstilo de vida
line break icon

O drama da vida diária

Antonio Ramos

Heather King - Aleteia Vaticano - publicado em 09/06/14

Para o cristão, toda experiência tem significado

"A religião consiste na crença de que tudo o que nos acontece é extraordinariamente importante. Por esse motivo, a religião não pode desaparecer do mundo" (Cesare Pavese, 1908-1950, poeta italiano e suicida).

Certa vez, durante uma missa em que a leitura tratava da conversão de São Paulo no caminho de Damasco (Atos 9,3-9), o padre observou na homilia: "Nossas vidas são muito diferentes da vida de São Paulo. As nossas vidas não têm tanta dramaticidade".

“A minha tem!”, eu pensei na hora. A minha vida tem um nível de drama inacreditável, todos os dias, o dia todo! Será que as fotos vão ficar boas? Será que, pela primeira vez na vida, eu vou conseguir manter a calma na conversa com o departamento de cobranças da operadora de celular? Será que o leite vai ser suficiente para o café da manhã ou vou ter que sair para comprar na loja de conveniência? E, neste caso, não é melhor ir até o mercadinho e pegar também o jornal e aproveitar para subir a colina e ver se a figueira já começou a dar figos? Será que eu vou conseguir redigir essa frase, parágrafo, ensaio, postagem do blog ou livro do jeito que eu quero?

Carl Jung observou certa vez:

"A experiência religiosa é absoluta; ela não pode ser contestada. Você só pode dizer que nunca teve essa experiência, e o seu oponente vai responder: ‘Desculpe, mas eu sim’. E aí a discussão termina. Não importa o que o mundo pensa sobre a experiência religiosa: quem a tem possui um grande tesouro, que se tornou para ele uma fonte de vida, de significado e de beleza, e que trouxe um novo esplendor ao mundo e à humanidade. Ninguém sabe quais são as coisas finais. Temos, portanto, que acatá-las à medida que as experimentamos. E se essa experiência ajuda a tornar a vida mais saudável, mais bonita, mais completa e mais satisfatória para você e para aqueles que você ama, você pode dizer com segurança: ‘Foi a graça de Deus’".

Nós acreditamos, portanto, não por causa daquilo que os outros nos dizem, mas por causa daquilo que aconteceu conosco. E a maior parte do que nos acontece, quando olhamos de fora, não é particularmente chamativa. Ainda assim, se você é humano, é bem provável que, neste exato momento, você esteja desejando alguém, chateado com alguém, com ciúmes de alguém, ressentido com alguém, incomodado com alguém, sentindo-se abandonado por alguém, com medo de alguém (e talvez esses vários alguéns sejam a mesma pessoa). Você está preocupado com as suas finanças, com o seu peso, com os seus dentes, com o seu futuro, com seus pais idosos, com sua própria idade que também vai aumentando, com os seus filhos rebeldes, com o câncer no mundo, com a possibilidade de ter feito papel de bobo na noite passada, com o que vai comer no almoço.

Eu demorei muito tempo para entender que a religião não é aquilo que fazemos quando conseguimos deixar tudo isso de lado. A religião é perceber que existe um poder maior do que nós e que ele está conosco inclusive no meio de tudo isso.

"No meio da minha vida diária, nas pessoas com quem entrei em contato com, nas coisas que li e ouvi, eu senti aquela sensação de estar sendo acompanhada, de ser desejada; um sentimento de esperança e de expectativa", disse Dorothy Day, fundadora do Movimento Operário Católico.

A vida que interiormente é vivida ao máximo, mas que exteriormente é contida, focada e quase invisível, é uma marca do santo. "Até mesmo pegar um alfinete, se for por amor, pode converter uma alma", declarou Santa Teresa de Lisieux.

É claro que há uma linha tênue entre a paixão e a patologia: a crença de que tudo o que acontece conosco é extremamente importante também é a crença do narcisista. Por isso, é importante lembrar que tudo o que nos acontece não é importante porque nós sejamos importantes, mas porque Deus é importante.

  • 1
  • 2
Tags:
Testemunhovida crista
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
2
Milagre do Sol em Fátima
Reportagem local
13 de outubro: o dia em que o mundo presenciou o Milagre do Sol e...
3
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
4
MULHER REZANDO
O São Paulo
Rezar deitado: é certo ou errado?
5
Claudio de Castro
Uma alma do Purgatório te agradecerá por isto
6
PRIEST-EUCHARIST-ELEVATION-HOST
Philip Kosloski
O que devemos rezar quando o padre eleva a hóstia e o cálice?
7
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia