Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Estilo de vida

Você tem certeza de que não é um escravo?

Paffy / Shutterstock

Carlos Padilla Esteban - publicado em 12/06/14

Jesus veio ao mundo para nos mostrar o caminho da liberdade

Cristo não veio ao mundo para agradar as pessoas e atender às suas expectativas. Não passou pela vida fazendo o que os outros esperavam, Ele foi fiel à sua missão. Não se deteve diante dos desejos humanos de muitos corações.

Desentranhou os medos que muitos tinham e lhes deu luz. Acolheu, compreendeu, olhou com misericórdia. Foi sempre Ele mesmo, fiel à sua verdade. Guardou silêncio quando os que o perseguiam não queriam conhecer a verdade.

Ensinou às pessoas que a humildade é o caminho perfeito. Mostrou-lhes que a paz e a mansidão são verdades que transformam o coração.

Mas também soube confrontar os homens com sua verdade. Ajudou-os a compreender que eram escravos.

Há um conto a respeito disso: um homem caminhava pelo campo quando encontrou, à beira do caminho, um escravo dormindo. Observou-o e intuiu com que o escravo estava sonhando com a liberdade, pelas palavras que ele dizia em sonhos, pelos gestos e o sorriso que iluminava seu rosto.

Nesse momento, o caminhante se alegrou pelo escravo. Mas hesitou: não sabia se o acordava e acabava com seu sonho de liberdade, recordando-lhe sua verdade – sua escravidão –, ou se o deixava dormindo, em seu sonho de plenitude.

A mensagem do conto é clara: “Se você não sabe o que fazer, aproxime-se do escravo que dorme. Se você vir que sou eu, por favor, acorde-me”.

Jesus passou pela vida despertando os homens escravos. Fez com que vissem suas correntes. Mostrou-lhes o caminho da liberdade. Não deixou que continuassem dormindo sem enfrentar suas vidas. Não quis agradar todos. Confrontou muitos com a vida que levavam. Disse a verdade. Não enganou ninguém.

É assim que queremos viver: incentivando as pessoas a aceitarem sua verdade e lutar por ela. Incentivando-as a quebrar as correntes. A não conformar-se com o sonho que as faz achar que são plenamente livres.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
JesusliberdadePecadoVerdade
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia