Aleteia
Quinta-feira 22 Outubro |
São Moderano
Atualidade

O Papa Francisco e a palavra “descarte”

gcelebi

Manuel Bru - publicado em 18/06/14

A economia é movida pelo desejo de ter mais e se alimenta de uma cultura do descarte

A palavra “descarte” já se tornou um termo indispensável, tanto na mensagem pastoral da Igreja como na análise da realidade social. Também as palavras “periferia” e “proximidade” não são novas nem estranhas, mas o Papa Francisco lhes conferiu um forte significado moral.

O “descarte” como expressão da injustiça social aparece em incontáveis documentos do Papa Francisco, como em sua exortação apostólica “Evangelii Gaudium”. Mas onde ele o explicou de maneira mais clara foi em sua entrevista ao jornalista Henrique Cymerman, na qual nos conta qual é a origem do descarte e quais são os grupos humanos mais “descartados”.

Quem são os principais descartados, segundo o Papa? São as crianças, começando pelo fato de descartar seu nascimento; os idosos, porque já não são produtivos; e também os jovens e sua situação de desemprego, que chega a 50% em alguns países.

Mas por quê? Por que o descarte? Para o Papa, o descarte serve “para manter um sistema econômico que já não se sustenta, um sistema que, para sobreviver, precisa fazer guerra, como sempre fizeram os grandes impérios. Mas como não se pode fazer a terceira guerra mundial, então fazem guerras por áreas”.

E o que isso significa? Que fabricam e vendem armas, para o balanço das economias idolátricas. É que, diz o Papa, “no centro de todo sistema econômico deve estar o homem, e todo o resto deve estar ao serviço deste homem. Mas nós colocamos o dinheiro no centro, o deus dinheiro. Caímos em um pecado de idolatria, a idolatria do dinheiro. A economia se move pelo desejo de ter mais e, paradoxalmente, alimenta-se de uma cultura do descarte”.

A opinião do Papa é forte. São João Paulo II já havia dito que o capitalismo é, como sistema econômico, tão prejudicial quanto o comunismo. Mas ninguém o ouviu.

Agora, o Papa Francisco diz algo a mais: que o sistema já não se sustenta; que o sistema econômico explora, por inumano, porque só serve para o bem-estar de poucos e para o descarte de muitos.

Esperemos que os grandes adalides do sistema – incluindo os cristãos – tomem nota disso. Pelo menos agora terão de tomar cuidado na hora de prodigar o bem do sistema e de tirar proveito dele refugiando-se na margem dos “não descartados”.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Cultura do descartePapa Francisco
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia