Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 05 Dezembro |
São Saba
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

O melhor livro de educação sexual do mundo

Ignatius Press

Mark Judge - publicado em 20/06/14


Eu tive a falta de sorte de estudar numa escola católica na década de 1980 e aprender tudo sobre o “sistema de encanamento” envolvido no sexo, mas não o verdadeiro simbolismo do corpo nem o sentido divino da união conjugal. Nenhum mapa, gráfico, panfleto feminista ou livro de biologia poderia captar a realidade do jeito que o pe. Quay a captou.

Na relação sexual, a mulher demonstra uma capacidade de resposta, um desdobramento, uma centralização da sua atenção no homem. Ela busca, como uma atitude psicológica permanente, chamar o que há de melhor nele, não apenas do seu corpo, mas de todos os níveis do seu ser. Da mesma forma, quando o homem a penetra, ele concentra toda a sua atividade, toda a sua substância, toda a sua responsabilidade, toda a sua masculinidade nela. O aspecto mais óbvio da união sexual é o prazer que ela dá. Mas mesmo esse prazer físico, embora tão intensamente sentido na carne, simboliza algo que vai além dele mesmo.

Ele simboliza a nossa desejada união com Deus. Até os pornógrafos clamam a Deus durante o ato sexual. Mas a pornografia é idolatria: ela trata o sexo como algo que pode arrancar uma pessoa da solidão própria de um coração que fica inquieto sem Deus. Ironicamente, são os católicos que entendem isto, que entendem o verdadeiro simbolismo do ato sexual, que são realistas, enquanto os pornógrafos e os entusiastas de educação sexual vendem um mundo de fantasia. O pe. Quay, mostrando mais uma vez a sua genialidade, sabia disso trinta anos atrás.

Nenhum homem pode dar tudo de si mesmo para a esposa. Mesmo que pudesse, não deveria: ele pertence a Deus. Da mesma forma, nenhuma mulher pode dar tudo de si mesma ao marido, nem é dona dele. Eles se amam, são vinculados um ao outro, mas só Deus os possui realmente e pode reivindicar o amor total de cada um deles. A união total com alguém que não é Deus é impossível. E, se fosse, seria idolatria, dando à criatura o estado do divino. Por outro lado, só Deus pode tomar posse plena de qualquer pessoa sem a destruir ou degradar.

O livro do pe. Quay é desesperadamente necessário em nossa cultura atual. A editora bem que poderia produzir uma edição de aniversário…

  • 1
  • 2
Tags:
AbortoSexualidade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia