Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
home iconEstilo de vida
line break icon

Como o dinheiro dos contribuintes é usado por uma organização abortista

American Life League CC

Dustin Siggins - Aleteia Vaticano - publicado em 27/06/14

Estados Unidos: a Planned Parenthood contra as mulheres

Com o período eleitoral de 2014 se aproximando nos Estados Unidos, duas coisas ficam claras: os democratas continuam travando uma guerra contra as mulheres, financiada pelo contribuinte, e alguns republicanos estão com medo demais para detê-los.

A corrida parlamentar no Estado do Colorado é um exemplo dessa dinâmica. Recentemente, a organização Planned Parenthood, aliada do senador democrata Mark Udall, publicou um anúncio contra o adversário de Udall, o republicano Cory Gardner, acusando-o de querer proibir a contracepção.

A resposta de Gardner foi uma retratação das suas anteriores posições pró-vida. Ele até escreveu um artigo de opinião defendendo o acesso facilitado à pílula.

Se Udall e Gardner realmente querem ajudar as mulheres, eles deveriam se unir contra a Planned Parenthood e contra o seu financiamento com dinheiro público.

A Planned Parenthood é uma empresa de aborto, tal como ficou demonstrado por Rachel Larimore em maio de 2013: "Sim, o aborto é central para a Planned Parenthood. Eles fizeram cerca de 334 mil abortos em 2011, mas só ofereceram 28.674 exames pré-natal a mulheres. E 2.300 mulheres foram simplesmente encaminhadas para agências de adoção".

Todos os anos, dezenas de milhares de meninas não nascidas são assassinadas nas fábricas de aborto da Planned Parenthood. A Planned Parenthood fez 333.964 abortos em 2011 e pouco mais de 327 mil em 2012. Cada um desses abortos machucou gravemente uma mulher grávida e matou uma pessoa ainda não nascida. Pelos meus cálculos, a Planned Parenthood vai matar em 2014 mais de 153 mil meninas não nascidas, ou 6% das meninas que nasceriam este ano.

E a questão vai além do aborto. Os dólares dos contribuintes norte-americanos pagam também o acesso à pílula do dia seguinte, que a Organização Mundial da Saúde considera cancerígena e tão prejudicial quanto o cigarro. Outros riscos dela incluem o aumento das chances de glaucoma, de coágulos sanguíneos e até mesmo a morte para mulheres que usam anticoncepcionais. Aliás, alguns dos chamados "anticoncepcionais" são na verdade drogas abortivas, como os dispositivos intrauterinos.

O apelo pelo fim do financiamento público à Planned Parenthood está hoje amplamente relegado aos círculos pró-vida. Mas o que essa organização perpetra vai muito além do âmbito das convicções pró-vida. Como foi demonstrado pelo grupo Live Action, a Planned Parenthood contrata pessoas que ignoram sistematicamente as leis estaduais sobre o estupro. Em vários casos, vídeos secretos gravados pela Live Action flagraram funcionários da Planned Parenthood orientando meninas menores de idade a esconder que foram vítimas de estupro e a irem abortar em outros Estados, para fugir das leis do próprio Estado que exigem o consentimento dos pais.

A Live Action descobriu também que alguns funcionários da Planned Parenthood colaboram com traficantes sexuais. Vários dos vídeos mostram agentes disfarçados de cafetões e prostitutas, recebendo “dicas” desses funcionários da Planned Parenthood para ocultar provas em casos de escravidão sexual.

Em 2011, a presidente da Planned Parenthood, Cecile Richards, declarou que o fim do financiamento público para a organização “levaria milhões de mulheres deste país a perder o acesso aos cuidados de saúde; não aos serviços de aborto, mas ao planejamento familiar básico: mamografias, exames de câncer, câncer do colo do útero". No entanto, o próprio site da organização declara que a Planned Parenthood só orienta as mulheres a fazer mamografias.

Quatro agentes da Live Action fingiram ser doadores e apresentaram a condição de que o dinheiro doado fosse destinado exclusivamente a abortar bebês negros. A Planned Parenthood aceitou. Abortos seletivos por sexo também foram incentivados por funcionários de várias clínicas, visando maior lucro.

As eleições norte-americanas de 2014 estão próximas. Os republicanos podem conseguir a maioria parlamentar. Será que eles vão ouvir a preferência do eleitor republicano pela vida e vão falar a verdade sobre como os dólares do contribuinte norte-americano são usados pela Planned Parenthood contra as mulheres, nascidas ou ainda por nascer?

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AbortoVida
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia