Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano
home iconAtualidade
line break icon

Doentes são executados em hospitais do Sudão do Sul

<p>(Maio) Forças Armadas sudanesas comemoram a reconquista da área de Daldako</p>

AFP - publicado em 01/07/14

Mataram pacientes acamados e várias unidades de atendimento médico ficaram completamente destruídas pelas chamas

A violência alcançou no Sudão do Sul níveis assustadores, que não eram vistos em décadas neste país em guerra civil, onde pacientes internados foram executados, afirmou nesta terça-feira a ONG Médicos sem Fronteiras (MSF).

"O conflito registrou, em alguns momentos, níveis assustadores de violência, principalmente contra as infraestruturas de saúde", declarou Raphael Gorgeu, responsável pela ONG no país.

"Mataram pacientes acamados e várias unidades de atendimento médico ficaram completamente destruídas pelas chamas. Estes ataques têm consequências consideráveis para centenas de milhares de pessoas", afirmou a MSF em um relatório.

Milhares ou inclusive dezenas de milhares de pessoas morreram e mais de 1,5 milhão foram deslocadas desde o início da guerra, em meados de dezembro de 2013, no Estado mais jovem do mundo.

Segundo a MSF, ao menos 58 pessoas morreram em quatro hospitais nos últimos meses.

"A violência cometida contra os feridos e os doentes, contra os que buscam um refúgio nos hospitais e contra as próprias infraestruturas médicas, não são apenas violações das leis internacionais e dos princípios humanitários, mas uma afronta à dignidade humana", afirmou a organização.

A situação nunca foi tão grave, nem mesmo durante as duas décadas de guerra que levaram em 2011 à independência do Sudão do Sul, afirmou.

O exército leal ao presidente Salva Kiir e as tropas do chefe rebelde Riek Machar se enfrentam há meses no país, que, segundo as agências humanitárias, encontra-se à beira da fome. A cólera já provocou meia centena de mortos.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia