Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 13 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Tensão no Oriente Médio após assassinato de jovens

Three missing Israeli teenager – ISRAEL – PALESTINIANS – CONFLICT – KIDNAPPING – – pt

© AFP PHOTO/OREN ZIV

ISRAEL, Tel Aviv : Israelis mourns and light candles in Rabin Square in Tel Aviv on June 30, 2014 after the announce that the bodies of the three missing Israeli teenagers were found. Israel confirmed finding the bodies of three teenagers who disappeared in the southern West Bank on June 12, blaming the Islamist Hamas movement for their kidnapping and murder. AFP PHOTO/OREN ZIV ++ISRAEL OUT+++

Vatican News - publicado em 02/07/14

"O ciclo da violência na qual vivemos parece reafirmar seu domínio com maior ferocidade", ​patriarca de Jerusalém, Fouad Twal

A notícia da morte dos três jovens judeus, no último dia 12 de junho na Cisjordânia, ainda gera tensão no Oriente Médio.

Os palestinos em Jerusalém permanecem indignados após a descoberta do cadáver de um jovem palestino, o que pareceria uma vingança, uma represália dos israelenses extremistas, após o funeral dos três jovens judeus Eilad, Gilad e Naftali.

Diante da notícia da morte do jovem palestino Mohammad Abu Khdeir, de apenas 16 anos, o patriarca de Jerusalém, Fouad Twal, pronunciou estas palavras: “não é digno de líderes políticos e religiosos apoiar, alimentar, fomentar a vingança. Vingança chama vingança, o sangue chama sangue. Os jovens inocentes assassinados são como vítimas sacrificadas sobre os altares diabólicos do ódio. Rezemos pelos pais e familiares de todos estes jovens sacrificados, sequestrados e assassinados”.

“A visita do Papa Francisco na Terra Santa e depois o encontro de oração no Vaticano”, ressalta o patriarca, “alimentaram felizes esperanças da paz. Agora, com o sacrifício dos jovens inocentes, o ciclo da violência na qual vivemos parece reafirmar o domínio desta mesma violência com maior ferocidade. Quase parece uma reação para sufocar o nascer da esperança que tinha sido despertada. Por isso continuamente rezemos para pedir o milagre da paz. Isso reconhecendo que o ódio e o rancor fazem mal a todos. Enquanto a paz e o perdão fazem bem a todos”.

O diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, padre Federico Lombardi, afirmou na última segunda-feira, 1° de julho, que a notícia da morte dos três jovens abalou o Papa Francisco. “Trata-se, disse o Padre Lombardi, de um gravíssimo obstáculo no caminho para aquela paz pela qual devemos incansavelmente continuar a nos empenhar e rezar”.

Tags:
GuerraPapa FranciscoPazTerra Santa
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia