Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano
home iconReligião
line break icon

É lícito dar a extrema unção contra a vontade do doente?

© Otna YDUR / SHUTTERSTOCK

Padre Angelo Bellon, o.p. - publicado em 03/07/14

É certo, no leito de morte, sacrificar a salvação de uma alma para respeitar a sua vontade?

Questão

Caro Padre Angelo:

Sei que o Senhor nos criou e nos quer livres, que por causa da nossa liberdade podemos também deliberadamente recusar o Seu amor e nos condenar definitivamente ao inferno. Assim como sei que a nunca seria imposta a ninguém, mas me pergunto: é certo, no leito de morte, sacrificar a salvação de uma alma para respeitar a sua vontade e liberdade, condenando-a assim a uma escravidão eterna? Ao meu ver não, porque como nos disse Jesus: somente a Verdade nos tornará livres e longe da Verdade não pode existir verdadeira liberdade. Podendo escolher entre um sumo bem e um mal absoluto, eu não teria dúvida. Meu pensamento está errado? 

Resposta do Sacerdote

Caro:

Compartilho da sua preocupação: não é certo renunciar às vias ordinárias da salvação e sacrificar uma pessoa à infelicidade eterna. Todavia, preciso relembrar que se uma pessoa não tem a vontade de receber o sacramento e, recebendo-o não tem nenhum arrependimento dos pecados, o sacramento conferido não concede a salvação e permanece estéril. 

Se faltam as condições objetivas, como por exemplo, a intenção do ministro (que é exigência para a validade do sacramento), ou a vontade da parte da pessoa de receber o sacramento (também esta disponibilidade é necessária), mesmo realizando o rito, não teria nenhum efeito.

O celebrante principal do sacramento é Jesus. E Jesus no sacramento transmite a sua graça salvífica através da ação e intenção do ministro. Une-se à  através da vontade e da boa disposição em recebê-lo. Mas se a porta da fé permanece fechada, o Senhor, mesmo batendo, não pode entrar com a sua graça.

Você pensa que dando um sacramento a quem manifestou a vontade de não recebê-lo é um ato de caridade para com a pessoa e abre-lhe a porta da salvação. Entendo seu bom coração, mas o sacramento não age de maneira mágica. O sacramento é sempre o encontro entre Cristo e uma pessoa. É necessário que, de qualquer modo, a pessoa tenha aberto a porta.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
JesusMortePecadoSacramentos
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia