Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Por que as pessoas gritam umas com as outras?

gritos
CC
Compartilhar

A inesquecível lição de um vovô aos seus netinhos quando viram certa família que fazia piquenique...

Certo dia, um simpático e sábio avô estava conversando com seus netos à beira de um rio.

Na outra margem, havia uma família fazendo piquenique. De repente, os membros daquela família começaram a discutir raivosamente, gritando uns com os outros.

O avô sábio virou-se para os netos e perguntou:

– Por que as pessoas gritam umas com as outras quando estão com raiva?

Os netos pensaram um pouco. Um deles disse:

– Porque, quando perdemos a calma, sempre gritamos.

O avô retrucou:

– Mas por que gritar, se a outra pessoa está ali, ao seu lado? Você poderia dizer o que tem a dizer de forma suave!

Cada neto tentava dar as suas respostas, mas nenhuma satisfazia os outros.

Finalmente, o sábio vovô explicou:

– Quando duas pessoas estão com raiva uma da outra, os seus corações se distanciam. Para cobrir essa distância, elas têm que gritar, para que uma consiga escutar a outra. Quanto mais raiva elas têm, mais forte elas gritam para cobrir essa distância.

E complementou:

– Mas o que acontece quando duas pessoas estão apaixonadas? Elas não gritam uma com a outra! Elas falam baixinho, porque os seus corações estão próximos! A distância entre elas é muito pequena. E à medida que elas se amam ainda mais intensamente, o que acontece? Elas não falam, apenas sussurram! E vão ficando ainda mais próximas uma da outra. Chega um ponto em que elas não precisam sequer sussurrar: basta apenas se olharem.

O sábio vovô propôs então aos netos:

– Quando vocês discutirem, não deixem o seu coração se afastar. Não digam palavras que distanciem vocês uns dos outros. Pode chegar um dia em que a distância seja tão grande que vocês não achem mais o caminho do reencontro.

______________

A partir de texto anônimo

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.