Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 05 Fevereiro |
São Jesus Mendes Montoya
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Exorcista fala sobre a missa negra satânica

Satanic – pt

© public domain

John Burger - Aleteia Vaticano - publicado em 06/07/14

Algumas pessoas vão assistir simplesmente para zombar. O que elas não percebem é que, só por irem, já estarão abertas ao poder demoníaco

As "missas negras" abertas ao público expõem as pessoas a um mal muito sério, advertiu nesta semana um exorcista entrevistado por Aleteia, em referência à notícia de que uma igreja satânica pretende realizar o ritual num espaço público da cidade norte-americana de Oklahoma.

"Você não tem como participar de um evento como este sem sair afetado negativamente, mesmo que tenha ido só por curiosidade e sem qualquer desejo firme de adorar Satanás", alertou o exorcista, na entrevista exclusiva. "O simples fato de que essa missa negra em Oklahoma seja aberta ao público lhe dá certa ‘legitimidade’. Eu acredito que algumas pessoas vão assistir simplesmente para ‘se divertir’. O que elas podem não perceber é que, só por irem, elas já estarão abertas ao poder demoníaco".

O evento está programado para o dia 21 de setembro, em um auditório de 92 lugares no Centro Cívico de Oklahoma (Oklahoma City Civic Center). Os ingressos foram colocados à venda nesta quarta-feira.

A Enciclopédia Britannica define a missa negra como uma "sátira blasfema e geralmente obscena, realizada em cultos satânicos, da verdadeira missa. As costas nuas de uma mulher servem muitas vezes como altar e uma hóstia validamente consagrada costuma ser usada para intensificar a zombaria. O rito geralmente incorpora outros elementos da magia satânica".  

Segundo o site do Centro Cívico, "a missa negra já foi considerada como um ritual a ser temido, mas hoje está sendo trazida para nova luz. O evento não será apenas esclarecedor, mas educativo. A missa negra será realizada de modo que o público possa participar, com algumas adaptações a fim de garantir que a celebração esteja de acordo com a legislação".

Essas adaptações se aplicam, por exemplo, ao chamado “altar feminino”, que será coberto, como explica Adam Daniels, diretor da Dakhma de Angra Mainyu, a igreja satânica de Oklahoma que está organizando o evento.

O arcebispo de Oklahoma, dom Paul Coakley, pediu que os líderes da comunidade local reconsiderem se é adequado ceder o uso do espaço público para um evento desse tipo.

"Para mais de 1 bilhão de católicos do mundo todo e para mais de 200.000 católicos só em Oklahoma, a missa é o mais sagrado de todos os rituais religiosos", declarou o arcebispo. "É o centro do culto católico e celebra a redenção do mundo por Jesus Cristo, com a sua morte e ressurreição. A Eucaristia, em particular, que nós acreditamos que é o corpo, sangue, alma e divindade de Jesus Cristo, é a fonte e o ápice da nossa fé. É por isso que nós estamos atônitos e tristes por ver que o Centro Cívico está promovendo como entretenimento e vendendo ingressos para um evento que é, claramente, uma paródia blasfema da missa. A missa negra que está sendo organizada no Centro Cívico em setembro é uma inversão e uma distorção satânica das mais sagradas crenças não só dos católicos, mas de todos os cristãos".

Esta é a segunda missa negra anunciada como evento público nos Estados Unidos este ano. A primeira foi planejada para acontecer em maio na Universidade de Harvard, mas acabou cancelada após clamorosos protestos públicos.

Apesar disso, o exorcista que conversou com Aleteia, pedindo anonimato devido à natureza do seu trabalho, disse que não tem conhecimento de que as missas negras públicas estejam em ascensão.

"Talvez seja o início de uma estratégia dos satanistas", especula ele. "Por outro lado, há uma abundância de missas negras acontecendo por trás de portas fechadas. O inimigo nunca dorme. Eu não sei se o número de pessoas que se identificam abertamente como satanistas está crescendo, mas com certeza o número de pessoas que se identificam como agnósticas, ateias ou não associadas a qualquer grupo religioso está crescendo muito. Em outras palavras, nós temos um aumento de pessoas, nos Estados Unidos, que não professam qualquer tipo de crença religiosa, o que as deixa livres para acreditar no que quiserem e para definir a moralidade por si mesmas. Na minha experiência como sacerdote, isso também deixa essas pessoas mais suscetíveis ao poder do mal".


O exorcista observou que a questão da liberdade religiosa veio à tona com mais força nos últimos anos e que, por isso, "não é surpreendente, para mim, que os satanistas queiram legitimar a sua hedionda ‘religião’ publicamente e estejam demandando certas liberdades".

De fato, o chefe do grupo satânico de Oklahoma, Adam Daniels, declarou a Aleteia no início desta semana que a missa negra pública quer ser "um ato desafiador para mostrar aos católicos que o satanismo vai se levantar e lutar pelos nossos direitos religiosos". Ele acrescenta que a sua igreja está tentando "conquistar a tolerância para a nossa liberdade religiosa de praticar a religião satânica. Nós temos uma igreja legalmente registrada (…) e (queremos) mostrar a missa negra, que é um dos rituais do satanismo, para o conhecimento do público".

Em um posterior e-mail de acompanhamento, Daniels explicou também que a Dakhma de Angra Mainyu segue o "satanismo religioso", em oposição ao "satanismo ateu" representado pelo Templo Satânico sediado em Nova Iorque. Esta última organização é a que não conseguiu realizar a sua anunciada missa negra na Universidade de Harvard. "Nós somos do satanismo religioso e até fizemos o primeiro casamento satânico juridicamente válido, em 2012", complementa o líder satânico de Oklahoma.

Se este episódio pode chocar muitas pessoas, o exorcista entrevistado por Aleteia afirma que o quadro geral é tão preocupante quanto.

"À medida que os valores judaico-cristãos vão sendo rejeitados por um número crescente de pessoas, e os valores contrários vão sendo defendidos como algo a ser protegido e ainda comemorado, como o aborto e o chamado ‘casamento’ gay, o inimigo vai ficando cada vez mais ousado. O diabo está ganhando terreno no coração de muitos, e ele sabe disso. O meu medo é que, com o nosso país se afastando continuamente dos valores cristãos autênticos, nós tenhamos que ver cada vez mais coisas como esta no futuro. O que a maioria das pessoas não percebe é que há realmente uma batalha espiritual acontecendo pela alma do nosso país. Ao se legalizarem e se abraçarem coisas como o aborto, a eutanásia, o ‘casamento’ gay, que são tão contraditórios com os valores do Evangelho autêntico, vai sendo liberado o poder do mal em nossa sociedade. A confusão em questões morais está penetrando na mente e no coração de muita gente".

Então, qual é a resposta?

"A resposta é fazer o que as pessoas fizeram em Boston", sugere o exorcista, referindo-se ao caso da missa negra que os católicos conseguiram impedir na Universidade de Harvard. "Os católicos devem organizar procissões eucarísticas e horas santas, jejuar e orar fervorosamente pelo cancelamento desse evento. Nós temos que pedir a ajuda de nosso Senhor, da Sua Mãe e de todos os anjos e santos nesta batalha feroz contra os poderes do inferno. Não combater esse mal é abandonar as almas à mercê do inferno".

Tags:
DemônioMalsatanismo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia