Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Atualidade

Estado holandês é declarado responsável civil por morte de 300 muçulmanos em Srebrenica

<p>(11 jul) Muçulmanas bósnias choram sobre os caixões de parentes mortos no massacre de 1995 em Srebrenica</p>

AFP - publicado em 16/07/14

Os soldados holandeses deveriam ter denunciado diretamente os crimes de guerra

O Estado holandês é responsável civil pela morte de mais de 300 homens e crianças muçulmanas em Srebrenica, decidiu um tribunal, por considerar que os soldados do "Dutchbat" (batalhão holandês) deveriam ter protegido as vítimas.

"O Estado é responsável pela perda sofrida pelos familiares dos homens que foram deportados pelos sérvios da Bósnia a partir do recinto do Ducthbat na base de Potocari em 13 de julho de 1995", afirmou em Haia a juíza Larissa Elwin.

"Em 13 de julho, o Dutchbat não deveria ter permitido a saída dos homens do local", completou a juíza.

De acordo com Larissa Elwin, os soldados holandeses "deveriam ter levado em consideração a possibilidade de que os homens seriam vítimas de genocídio".

"É possível afirmar com bastante certeza que se o Dutchbat tivesse permitido a estes homens permanecer, estariam vivos", completou.

Mas o tribunal não deu razão às demandantes (mães das vítimas) sobre as demais acusações.

Os soldados holandeses deveriam ter denunciado diretamente os crimes de guerra, mas o Estado holandês não é diretamente responsável porque isto não teria provocado uma intervenção militar direta da ONU e, portanto, não teria impedido o genocídio.

A área de Srebrenica estava sob proteção da ONU quando as forças sérvias da Bósnia assumiram o controle em julho de 1995.

As forças sérvias da Bósnia sob o comando do general Ratko Mladic mataram 8.000 homens e crianças muçulmanas no maior massacre na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

Os capacetes azuis do batalhão "Dutchbat" eram poucos e não tinham armas suficientes. Estavam refugiados em uma base com 5.000 muçulmanos dos vilarejos próximos, principalmente mulheres.

Em 2013, o Estado holandês foi declarado responsável pela morte de três muçulmanos que faleceram depois que foram expulsos de uma base militar por soldados holandeses.

A Holanda se tornou assim o primeiro Estado responsável por atos de seus soldados sob o mandato das Nações Unidas. Meses depois o governo prometeu que indenizaria os parentes com 20.000 euros cada.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia