Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 20 Outubro |
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

Observadores da OSCE começaram a vigiar fronteira russo-ucraniana

<p>Observadores da OSCE iniciaram nesta quarta-feira uma missão de vigilância em dois postos de controle na fronteira russo-ucraniana no sul da Rússia, anunciou o ministério russo das Relações Exteriores.</p>

AFP - publicado em 30/07/14

Em 14 de julho a Rússia convidou os observadores a visitar os postos de controle Donetsk e Gukovo

Observadores da OSCE iniciaram nesta quarta-feira uma missão de vigilância em dois postos de controle na fronteira russo-ucraniana no sul da Rússia, anunciou o ministério russo das Relações Exteriores.

"O monitoramento dos postos de controle de Donetsk e Gukovo será assegurado por 16 observadores da OSCE 24 horas por dia", declarou o ministério em um comunicado, sem especificar quando a missão será concluída.

"Não está excluído a possibilidade de os observadores correrem perigo" devido aos combates entre as forças de segurança de Kiev e os separatistas pró-russos no leste da Ucrânia, alertou o ministério.

Convidando os observadores da OSCE aos postos de controle, Moscou procura responder às acusações de Washington e Kiev de que estes postos de fronteira são usados ​​para a passagem de combatentes e equipamento militar aos insurgentes pró-russos.

Para Moscou, a missão da OSCE é "mais uma prova da vontade da Rússia, que procura promover a desescalada do conflito interno ucraniano".

Ela vai se limitar ao monitoramento de uma parte da fronteira entre a Rússia e a Ucrânia, e não a sua totalidade.

Em 14 de julho a Rússia convidou os observadores a visitar os postos de controle Donetsk e Gukovo após a queda de um morteiro disparado a partir do território da Ucrânia em uma cidade russa.

Este disparo enfureceu Moscou, que havia ameaçado Kiev de possíveis "consequências irreversíveis" depois deste "ato de agressão" da Ucrânia.

Tags:
Mundo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
2
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
3
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
4
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
5
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
6
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
7
Livres de todo mal
O demônio tem mais poder à noite ou em determinada época do ano?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia