Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 27 Novembro |
São Máximo de Lérins
home iconAtualidade
line break icon

Brasileiro recebe 'Nobel de Matemática'

<p>O ICM destacou a profunda contribuição de Ávila, nascido em 1979 no Rio de Janeiro, 'para a teoria dos sistemas dinâmicos'</p>

AFP - publicado em 13/08/14

Tanto a presidente Dilma Rousseff quanto o líder francês, François Hollande, felicitaram Ávila por esta distinção

O matemático brasileiro Artur Ávila recebeu nesta quarta-feira, em Seul, a Medalha Fields, um prestigiado prêmio concedido a cada quatro anos pelo Congresso Internacional de Matemática (ICM) e que também reconheceu, pela primeira vez, o trabalho de uma mulher.

O ICM destacou a profunda contribuição de Ávila, nascido em 1979 no Rio de Janeiro, "para a teoria dos sistemas dinâmicos".

Ávila, que também tem nacionalidade francesa, "lidera e molda o campo dos sistemas dinâmicos. Junto aos seus colaboradores, realizou progressos essenciais em várias áreas, incluindo dinâmicas unidimensionais reais e complexas", escreveu a organização em seu site.

Tanto a presidente Dilma Rousseff quanto o líder francês, François Hollande, felicitaram Ávila por esta distinção.

"O reconhecimento mundial do trabalho de Ávila enche de orgulho a ciência brasileira e todo o Brasil", escreveu Dilma em sua conta no Twitter na noite de terça-feira.

"Felicito Artur Ávila, que acaba de receber a Medalha Fields, a mais alta recompensa no domínio da matemática. Seus trabalhos se centram na teoria dos sistemas dinâmicos", disse Hollande em um comunicado.

Ávila, doutor pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) do Rio de Janeiro, é atualmente pesquisador desta instituição e do Centro Nacional de Pesquisa Científica francês (CNRS).

Primeira mulher com a Medalha Fields

Além do brasileiro, o australiano Martin Hairer, o canadense Manjul Bhargava e a iraniana-americana Maryam Mirzakhani também foram premiados com este "Nobel" da Matemática.

Mirzakhani foi a primeira mulher a receber esta medalha.

Nascida em Teerã em 1977, Mirzakhani fez doutorado em 2004 na Universidade de Harvard e atualmente é professora da Universidade de Stanford, na Califórnia.

Esta especialista em geometria das formas incomuns criou novas maneiras de calcular o volume de superfícies hiperbólicas estranhas.

"Hábil no manejo de um conjunto extraordinariamente diverso de técnicas matemáticas e culturas matemáticas diversas, (Mirzakhani) encarna uma pouco frequente combinação de destrezas técnicas, ambição audaz, visão de longo alcance e profunda curiosidade", explicou o ICM em um comunicado.

"É uma grande honra e ficarei feliz se isso encorajar jovens mulheres cientistas e matemáticas", declarou Mirzakhani, citada em um comunicado da Universidade de Stanford.

Os outros dois premiados nesta quarta-feira em Seul foram Manjul Bhargava, da Universidade americana de Princeton, e Martin Hairer, da Universidade de Warwick, no Reino Unido.

O ICM definiu Bhargava, nascido em 1974 no Canadá, mas criado principalmente nos Estados Unidos, como um "matemático de uma criatividade extraordinária" e reconheceu seu trabalho e influência na teoria dos números.

O australiano Hairer, nascido em 1975, se destacou por sua "contribuição à teoria de equações diferenciais parciais fortuitas", às quais deu pela primeira vez um rigoroso significado intrínseco, afirmou a organização.

A Medalha Fields de Matemáticas é concedida pelo ICM, o maior congresso da comunidade matemática. Realizado a cada quatro anos sob os auspícios da União Internacional de Matemáticas, reconhece desde 1936 o trabalho de pesquisadores de menos de 40 anos.

O prêmio foi proposto em 1923 pelo matemático canadense John Charles Fields, falecido em 1932, que legou seus bens para financiá-lo. Os vencedores são recompensados com 15.000 dólares canadenses (cerca de 14.000 dólares americanos).

Os Estados Unidos, com 13 Medalhas, e a França, com 12, são os países mais premiados, de um total de 55.

burs-sgf/js/ma

Tags:
Brasil
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
MARADONA
Pablo Cesio
Pelé sobre Maradona: "Espero que um dia jogue...
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
John Burger
A melhor maneira de contar a seus filhos a ve...
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
POINSETTIAS,CHRISTMAS,ALTAR
A. J. Clishem
O segredo do grau de inclinação da cabeça de ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia