Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 25 Julho |
home iconReligião
line break icon

Como Jesus pôde suportar a violência e o desespero?

Asaf Braverman / Flickr CC

<h1 class="photo-title" id="title_div"><span style="font-size:12px;">Jesus Christ and the Good Thief En (Tiziano Vecellio e aiuti, 1563, Pinacoteca Nationale, Bologna)</span></h1>

Rafael Luciani - publicado em 14/08/14

Uma profunda relação com Deus e um autêntico serviço às vítimas deste mundo são o segredo

Por Rafael Luciani

Às vezes esquecemos que Jesus suportou situações de violência e desespero que pareciam não ter futuro. Sentiu o peso de uma realidade sócio-econômica quebrada e sofreu as consequências da violência religiosa e política (Mc 14,1). Porém, Ele nunca deixou de acreditar que poderia tornar esta Terra como o Céu (Mt 6,10), para desfrutar da qualidade de vida existente no “Reino de Deus” (Lc 11,2). Surpreenda-se, mas esta esperança simbólica veio de um relacionamento profundo com Deus e por um autêntico serviço aos pobres e a tantas pessoas cansadas de lutar nesta vida

Enquanto representantes políticos e religiosos, famílias, proprietários de terras e muitas pessoas de poder colocam somente cargas pesadas para levar sobre os ombros, este indivíduo de Nazaré nos convida a assumirmos como homens e mulheres de espírito, ou como pessoas que pretendem construir espaços para que outros possam estar presentes em seus pensamentos, orações, ações. É Ele que nos convida para que o cansaço, a angústia e a exaustão que consomem a nossa vontade e a nossa compreensão não sejam obstáculos para descobrir que aquele que está diante de nós é um irmão, um autêntico tesouro, um bem do Pai Eterno.

Somente deste modo surgirá aquele impulso vital que vai levantar os nossos vasos de barro (2 Cor 4,7), e permitirá vislumbrar um futuro onde iniciaremos a nos humanizar no encontro com o outro, partindo do serviço fraterno, recíproco, para que cada pessoa mereça os seus bens mais preciosos a favor da causa do outro. Aquilo que era um peso não pesará mais, porque não o levaremos sozinhos, mas sim no serviço e no sustento recíproco, de modo que pensemos, rezemos e busquemos soluções juntos, como irmãos, e não mais nos trataremos como inimigos, ou desconhecidos.

Fazer as coisas como fez Jesus não é uma coisa exclusiva dos cristãos. A sua opção de vida é patrimônio de todo e o seu estilo, é paradigma de humanidade porque nos faz conhecer um modo mais humano de ser, algo que não se alcança mediante o vazio absoluto do próprio ser, com a superação dos pensamentos negativos, ou distanciando-se de supostos pecadores. Não chegamos nem mesmo através da ilusória convicção de superar o imediato e não olhar aquilo que acontece ao nosso redor.

Uma vida que segue o exemplo de Jesus passa pelo assumir o presente histórico como uma realidade escatológica, ou capaz de construir relações transcendentes que nos afirmam e autodeterminam como sujeitos realmente humanos; passa pela recriação das nossas palavras e relações incluindo nisso aquilo que vivo, penso e sofro. Deste modo entendemos que a liberdade se encontra também naquele que está diante de mim, com suas dores e seus limites, com suas riquezas e potencialidades, com sua saúde e doenças, porque antes de tudo é meu irmão.

Tags:
irmaosJesusVidaViolência
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
4
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
5
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
6
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
7
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia