Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Forças americanas destroem veículos do Estado Islâmico

Combatentes curdos mantêm posição no ponto de inspeção de Aski kalak, a 40 quilômetros de Arbil, capital da região autônoma do Curdistão.

Compartilhar

Os yazidis, minoria de língua curda, foram expulsos de suas casas quando os rebeldes tomaram a cidade de Sinjar

Drones e caças americanos destruíram nesta quinta-feira dois veículos armados e um blindado do Estado Islâmico (EI) no norte do Iraque, informou o comando militar americano para o Oriente Médio e a Ásia Central.

Após a primeira operação, os aparelhos aéreos destruíram um veículo armado "que visava às forças curdas" e posteriormente um segundo veículo.

Mais tarde, a ação aérea destruiu um MRAP, veículo blindado conhecido por resistir a artefatos explosivos improvisados.

Os ataques aéreos ocorreram a nordeste de Erbil, no Curdistão iraquiano, e fazem parte das ações autorizadas pelo presidente Barack Obama para proteger o pessoal diplomático americano nesta cidade, assim como os refugiados cristãos e yazidis.

Os yazidis, minoria de língua curda, foram expulsos de suas casas quando os rebeldes tomaram a cidade de Sinjar.

Além dos ataques aéreos, os Estados Unidos lançam comida e água de aviões para os refugiados.

Nesta quinta-feira, o Pentágono anunciou que entre 4 mil e 5 mil yazidis estão cercados no monte Sinjar, segundo a avaliação de soldados americanos em missão de reconhecimento.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.