Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 27 Fevereiro |
Santa Honorina
home iconAtualidade
line break icon

Os pequenos guerreiros do Califado

lebanondebate

Gelsomino Del Guercio - publicado em 18/08/14

O jihad alista crianças para combater contra o Ocidente

"O Jihad é uma das portas para o Paraíso, que Alá abriu para Seus amigos mais importantes", este é um dos primeiros ensinamentos que o Islamismo radical passa para as crianças sobre a guerra santa. São eles os filhos dos fanáticos que são instruídos desde pequenos para transformar o futuro em um pensamento fixo: derrotar o Ocidente e dar a vida pelo Estado Islâmico.

O drama das crianças jihadistas veio novamente à tona nesses dias, desde que circularam nas mídias do mundo imagens dos pequenos que traziam nas mãos as cabeças dos “infiéis” assassinados. Além de receberem a doutrinação incessante por suas famílias.

Na “guerra santa”, escreveu o jornal italiano La Repubblica, dia 14 de agosto, as crianças são verdadeiras cobaias. Cobaias para o martírio dos extremistas islâmicos e pilar humano do futuro Califado, como esperam os jihadistas do Estado Islâmico (EI). A ascensão do EI, acusado de loucura genocida contra o povo yazidi, está aterrorizando o mundo. Dia após dia surgem detalhes aterrorizantes da ideologia deste movimento fundamentalista, como a doutrinação de menores.

No vídeo do Vice News, dia 8 de agosto, um jihadista da cidade de Raqqa (Síria setentrional), lembra que o filho adotivo de Maomé “guiava um exército aos 17 anos” contra os romanos. Mas o Estado Islâmico recruta crianças não apenas para combater, mas sobretudo para moldar a nova geração do “futuro Califado”: “serão eles os protagonistas do Estado Islâmico”, diz um combatente aos jornalistas do Vice

A maior parte dos meninos crescidos à sombra do califa Baghdadi têm entre 14 e 17 anos, mas existem também crianças menores, como uma imortalizada com a cabeça de um militar sírio nas mãos, que o pai transferiu da escola para as trincheiras dos jihadistas de Raqqa, segundo o jornal italiano La Stampa, dia 13 de agosto.

No vídeo do Vice, citado na reportagem do jornal italiano, evidenciam-se testemunhos de arrepiar. “Tenho 9 anos, faço parte do Estado Islâmico, estou indo para o campo de treinamento para aprender a usar o rifle Kalashnikov e combater os russos, a América, os infiéis”, conta uma criança saindo das águas do Eufrates, rio onde o povo implantou seu reino entre a Síria e o Iraque.

Outra criança conta com orgulho: “comecei a combater aos 13 anos e agora que tenho 15, ainda combato”. Este “pequeno assassino” passou da al-Qaeda ao EI, que neste momento aterroriza o Iraque e o mundo. Ele fala como se fosse protagonista da história: “Quando eu estava com Nusra, tinham 7 mujahedin menores de 18 anos, com os outros tem 15 ou 20 em uma milícia de 40 pessoas. Participei da ofensiva e da operação de defesa. Minha primeira batalha foi na região de Aleppo, colocamos minas em um edifício militar”.

O que mais impressiona, escreveu Articolo 3, dia 12 de agosto, é que as crianças agem com destaque e profissionalismo: pequenos soldados manipulados que se tornam um pesadelo para os adultos. Mas não existe somente a geração do Califado: no mundo são pelo menos 300 mil os pequenos guerreiros, e não somente sob a bandeira negra do Jihad.

Tags:
Estado IslâmicoFilhosGuerraMuçulmanosMundo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
Eucaristia
Reportagem local
Diocese afasta padre que convidou pastor para “concelebrar&...
3
OPERA SINGER
Cerith Gardiner
Cantora de ópera faz apresentação incomum e homenageia Maria e as...
4
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
5
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
6
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
7
MEXICO
Pablo Cesio
México: homem chega à própria missa de corpo presente
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia