Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 23 Novembro |
Santo Anfilóquio
home iconAtualidade
line break icon

Eventos no Iraque não são um confronto entre o Islã e o Cristianismo

© AFP PHOTO / HOANG DINH Nam

IHU - publicado em 25/08/14

Secretário de Estado do Vaticano comenta a dramática situação do país

A dramática situação do Iraque não é a expressão de um suposto confronto entre o Islã e o Cristianismo. Foi o que afirmou o cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, ao Vatican Insider.

Segundo o cardeal, a atual situação do Iraque "é fonte de grande preocupação para os cristãos e para todas as outras minorias. Esperamos sinceramente que os refugiados possam voltar para suas aldeias e que um novo Iraque possa ser construído por meio da inclusão política, em que todas as minorias tenham um papel a desempenhar e possam contribuir para a reconstrução do país".

Dom Parolin considera que a comunidade internacional deve intervir no Iraque. "Deve intervir de forma a estar presente nesta situação. É impossível para um país, nas condições em que o Iraque está agora, resolver seus problemas por conta própria".

Sobre um possível conflito o cristianismo e o islamismo no Iraque, Dom Parolin acredita que pensar assim "é uma simplificação exagerada".

"Recentemente, eu li alguns relatórios do núncio na Síria, que explicam como muitos muçulmanos estão sofrendo com esses eventos e são favoráveis ​​aos cristãos. Portanto, isso não é, definitivamente, um confronto entre o Islã e o Cristianismo. Há pessoas dentro do Islã, e eu acredito que eles sejam a maioria, que refutam esses métodos brutais e desumanos. Infelizmente, algumas facções fazem deles os seus próprios, mas eu não acredito que eles sejam tolerados pela maioria dos outros muçulmanos. Esperamos que eles também falem contra isso, façam uma distinção clara entre o que pode e o que não pode ser feito. Esperamos que o mundo muçulmano se pronuncie", comentou Parolin.

O cardeal afirmou ainda que a Igreja tem prestado ajuda às populações perseguidas no Iraque: "não é justo dizer que a Igreja tem sido muito silenciosa. Além disso, estamos tentando dar uma ajuda concreta para resolver esses problemas".

(Com IHU On-line)

Tags:
MundoPerseguição
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
FATHER PIO
Maria Paola Daud
Quando Jesus conversou sobre o fim do mundo c...
ŚWIĘTA TERESA WIELKA
Philip Kosloski
Oração de Santa Teresa de Ávila para acalmar ...
IOTA
Lucía Chamat
Imagem da Virgem resiste a furacão que devast...
EL TOCUY
Aleteia Brasil
Pe. Gabriel Vila Verde: há muita diferença en...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Atenção: versão falsa e satânica da Medalha M...
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vez...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia