Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Palestinos anunciam cessar-fogo de longo prazo

(Arquivo) O presidente palestino, Mahmud Abbas

Compartilhar

Do lado israelense, nenhuma autoridade quis confirmar neste momento qualquer acordo.

Um acordo para um cessar-fogo foi alcançado para acabar com 50 dias de guerra entre o movimento islâmico Hamas e Israel na Faixa de Gaza, anunciou nesta terça-feira à AFP uma autoridade palestina, enquanto o movimento islamita reivindicou "vitória".

Do lado israelense, nenhuma autoridade quis confirmar neste momento qualquer acordo.

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, deverá anunciar na abertura de uma reunião da liderança palestina prevista para às 16h00 GMT (13H00 no horário de Brasília) os detalhes do acordo que prevê "o levantamento do bloqueio à Faixa de Gaza", criado por Israel em 2006, a principal exigência dos palestinos, indicou um alto funcionário, que pediu anonimato.

O conflito entre Israel e os grupos armados palestinos na Faixa de Gaza, que iniciou em 8 de julho, fez mais de 2.130 mortos do lado palestino e 68 entre os israelenses.

As negociações para uma trégua, conduzidas até o momento no Cairo sob a égide do serviço secreto egípcio, haviam fracassado até então.

Musa Abu Marzuq, número dois do Hamas no exílio, que participava nas negociações do Cairo para obter um cessar-fogo com Israel, afirmou que o acordo, que "encarna a resistência de nosso povo", constitui uma "vitória para a resistência".

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.