Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 26 Novembro |
São Silvestre Guzzolini
home iconAtualidade
line break icon

ONU acusa jihadistas de executarem civis em público na Síria

<p>Membros da comissão participam de uma entrevista coletiva na sede da ONU em Genebra</p>

Agências de Notícias - publicado em 27/08/14

As execuções em espaços públicos se transformaram em espetáculo habitual às sextas-feiras em Raqa (reduto do EI)

As execuções públicas de civis, assim como as amputações e chibatadas, tornaram-se um "espetáculo comum" às sextas-feiras nas regiões da Síria controladas pelos jihadistas do Estado Islâmico (EI), denuncia uma comissão de investigação da ONU em um relatório divulgado nesta quarta-feira.

O documento detalha os horrores cometidos pelo EI, e também os massacres e atrocidades de outros grupos, além das próprias forças governamentais.

"Já afirmamos quatro vezes aos 15 membros do Conselho de Segurança: ‘vocês são responsáveis pela impunidade que reina na Síria’", declarou à imprensa o presidente da comissão, o brasileiro Paulo Sérgio Pinheiro.

Ele reconheceu sua impotência para convencer o Conselho de Segurança – órgão apto para recorrer ao Tribunal Penal Internacional (CPI) – de que é necessário agir no caso da Síria.

"Há três anos recebemos provas contra os suspeitos, cada dia temos novos crimes. E a comunidade internacional não intervém", criticou Carla del Ponte, também integrante da Comissão.

Um espetáculo atroz e habitual

"As execuções em espaços públicos se transformaram em espetáculo habitual às sextas-feiras em Raqa (reduto do EI) e nas zonas da província de Aleppo controladas pelo Estado Islâmico no Iraque e Levante (EIIL)", afirma o relatório da comissão.

O EIIL é a denominação anterior do Estado Islâmico (EI), que em junho proclamou um califado nos territórios que controla no Iraque e na Síria.

Segundo a comissão, que denuncia a situação como crimes contra a humanidade, as sextas-feiras "geralmente são marcadas por execuções, amputações e chicotadas em praças públicas" nas áreas do norte e nordeste da Síria sob controle jihadista.

As execuções sumárias têm o objetivo de "instilar o terror na população" assegurar a submissão desta, segundo o relatório.

O documento afirma ainda que os jihadistas estimulam e, às vezes, obrigam a população a assistir as execuções. A maioria das vítimas é de homens adultos, mas a comissão afirma que jovens com idades entre 15 e 17 anos e mulheres também foram executadas.

A comissão que elaborou o relatório recebeu mandato do Conselho de Direitos Humanos da ONU para investigar e revelar as violações ao direito internacional no campo dos direitos humanos na Síria.

No texto, os investigadores acusam novamente o governo de Damasco de cometer crimes contra a humanidade e crimes de guerra.

A comissão suspeita que o governo lançou barris de explosivos com cloro em Kafr Zeita, Al-Tamana e Tal Minnis, oeste do país.

"Há motivos razoáveis para pensar que utilizaram armas químicas, provavelmente cloro, oito vezes em um período de 10 dez dias no mês de abril", afirma a comissão.

O regime do presidente sírio Bashar al-Assad e os rebeldes trocam acusações de uso de agentes químicos, entre eles o cloro, desde o início do violento conflito, em março de 2011.

(AFP)

Tags:
Mundo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Confissão não é para contar problemas, mas para contar pecados
Pe. Gabriel Vila Verde
Confissão não é para contar problemas, mas pa...
RED WEDNESDAY
Reportagem local
Perseguição aos cristãos no mundo é denunciad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia