Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 24 Julho |
home iconAtualidade
line break icon

É possível refazer este casamento?

© gaelx

Famiglia Cristiana - publicado em 28/08/14

“Meu esposo e eu namoramos por muitos anos e no ano passado nos casamos. Tivemos muitos problemas; ele foi infiel e eu também”

Yusi responde às perguntas profundas que surgem da convivência humana e de experiências da vida cotidiana. Agora, ela responde à carta de uma mulher que pede ajuda para refazer seu casamento.

Pergunta

Meu esposo e eu namoramos por muitos anos e no ano passado nos casamos. Tivemos muitos problemas; ele foi infiel e eu também.

Tudo começou antes de nos casarmos: eu tive outro relacionamento porque não me sentia bem quando fazíamos amor. Depois de casados, ele viu torpedos da outra pessoa no meu celular. Discutimos até chegar aos golpes; ele machucou minha cervical, tive de fazer exames, fazer fisioterapia, e ainda assim não ficou bem.

Vivemos separados desde então. Procurei ajuda profissional para tentar salvar nosso casamento. Pedi perdão ao meu esposo, porque me arrependo de todo o dano que causei, mas não guardo rancor.

A pessoa com quem tive um caso, como eu já não queria saber dele, meu esposo falou com ele pelo telefone, enviou-lhe mensagens que eu lhe havia enviado, entre outras coisas. Meu marido tomou a decisão de me deixar, mudou de casa e de número de celular. No seu trabalho, não passam a ligação para ele.

Ele também procurou ajuda com a mesma psicóloga que eu, mas foi apenas a duas sessões e a psicóloga não o atendeu mais. A mim, ela disse que já não precisava mais ir também, porque estava melhor e precisava esquecer meu esposo.

Ela nos atendeu em uma sessão conjunta, na qual meu esposo pediu o divórcio. Ela nunca nos ajudou a refazer o casamento, mas tampouco atendeu ao pedido dele. Eu me aproximei de Deus, estou rezando por ele e pelo nosso casamento, e falei com alguns padres.

Sei que o amo. No verão passado, eu lhe propus que passássemos um fim de semana juntos. Estivemos muito bem, fizemos amor como jamais havíamos feito, e eu o tratava bem, com amor, compreensão e carinho.

Eu gostaria de saber se posso refazer meu casamento. Eu já mudei; a psicóloga me disse que deveria continuar como sou, pensando em mim e saindo adiante por mim mesma. Mas não sei o que aconteceu com o meu esposo, pois a psicóloga me disse que ele ligava para agendar uma sessão e não conseguia, só ela sabia o porquê.

Por favor, ajude-me, não pero perde-lo, porque o amo e sei que, se nos casamos, foi por amor. Sei que ele também foi infiel, porque o vi com outras pessoas e ele já me contou isso.

Resposta

É possível refazer este casamento? Acredito na imensa capacidade do ser humano de arrepender-se, mudar, perdoar, reconstruir. Do contrário, que utilidade teria a morte de Jesus na cruz? Mas, para reconstruir um casamento, é preciso realmente que esposo e esposa façam tudo o que estiver ao seu alcance. No caso de vocês, surgem-me várias dúvidas.

Em primeiro lugar: vocês entendem do que se trata o casamento? Podem ter tido razões de peso para prolongar o namoro, mas, diante dos resultados, eu me pergunto: será que desde aí se manifestou a falta de verdadeiro amor e compromisso?

Talvez não tenham entendido o que é o namoro, pois tiveram relações íntimas antes de casar-se. Não é bom fazer sexo antes do casamento, mas, como já fizeram, por que você se casou com um homem com quem não se sentia bem ao fazer amor? Por que não conversou sobre isso com ele e o resolveram antes de tomar uma decisão tão importante, como a de casar-se?

Mas o que mais me confunde é: você realmente o amava? Porque, se o amasse, por mais insatisfatório que fosse o sexo, você não teria sido infiel. Mas, já que foi infiel, por que conservou os torpedos do seu amante depois de casada?

Surpreende-me que você diga que se casaram por amor e depois me conte que ele também foi infiel. Infiéis um ao outro, vocês acabam se machucando. O que entendem, então, por amor?

Também temos o tema da violência. É um assunto grave que requer atenção psicológica séria. E isso me leva a outro ponto: a psicóloga que a atendeu parece tê-la ajudado no que diz respeito a ver por você mesma, mas, como você mesma disse, ela não aprece interessada em ajudá-la com relação ao seu casamento. Efetivamente, é estranho que não lhes dê uma explicação sobre por que não quer ou não pode atender o seu esposo e porque lhe pede para esquecê-lo.

  • 1
  • 2
Tags:
AmorCasamento
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
4
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
5
Atriz Claudia Rodrigues
Reportagem local
Assessora pede orações por atriz Claudia Rodrigues: “está m...
6
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
7
Orfa Astorga
Até que idade é saudável morar na casa dos pais?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia