Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 30 Novembro |
São Mirocletes
home iconAtualidade
line break icon

Otan afirma que mais de mil soldados russos combatem na Ucrânia

<p>Coluna de fumaça de uma prédio destruído pelos combates na periferia da cidade ucraniana de Novoazovsk, região de Donetsk.</p>

AFP - publicado em 28/08/14

Estes soldados, que muitas vezes não usam insígnias, são reconhecíveis pela sua conduta de "militar profissional"

Mais de mil soldados russos combatem atualmente em território ucraniano e principalmente na zona de Novoazovsk, informou nesta quinta-feira um dirigente militar da Otan, que classificou a situação de muito preocupante.

"Muito mais de mil soldados russos combatem atualmente na Ucrânia. Eles dão apoio aos separatistas, lutam junto a eles" contra as forças armadas ucranianas, afirmou durante uma coletiva de imprensa no centro de comando das forças aliadas na Europa (Shape) em Mons (oeste da Bélgica), acrescentando que se trata de uma estimativa muito prudente.

Estes soldados, que muitas vezes não usam insígnias, são reconhecíveis pela sua conduta, de "militar profissional", assegurou, insistindo que há cada vez mais informações que circulam publicamente sobre soldados russos mortos nos combates.

"Eles operam equipamentos sofisticados, aconselham os separatistas e os soldados avançam até 40 ou 50 km em território ucraniano", descreve este oficial.

Kiev afirmou neste quinta-feira que tropas russas tomaram o controle da cidade fronteiriça de Novoazovsk e denunciou uma "invasão direta" do país.

"Desde segunda-feira, assistimos novas incursões perto de Novoazovsk", o que cria uma "nova frente às forças ucranianas", e que, portanto, os coloca "em uma situação terrível", disse o membro Otan.

Estas tropas russas podem subir desde Novoazovsk para o norte e em torno de Donetsk, reduto dos separatistas pró-russos cercado pelo exército ucraniano, ou para oeste e a Crimeia, anexada pela Rússia em março.

Segundo ele, "a Rússia tentará agora congelar o conflito, prolongar o conflito, para garantir que a Ucrânia tenha dificuldades em se manter".

O oficial garantiu ainda que a "escalada significativa das operações militares russas" nas últimas duas semanas está "diretamente relacionada ao sucesso das operações militares ucranianas" contra os separatistas, que "encontraram-se sob pressão".

Ele indicou que "desde meados de agosto, as forças russas estão envolvidas ativamente nos combate", e estima em cerca de 20 mil o número de soldados mobilizados ao longo da fronteira russo-ucraniana. Além disso, a qualidade dos equipamentos (tanques, blindados, artilharia…) fornecidos pela Rússia aos rebeldes "aumentou ainda mais em volume".

Tags:
Mundo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
FIRST CENTURY HOUSE AT THE SISTERS OF NAZARETH SITE
John Burger
Arqueólogo diz ter encontrado a casa onde Jes...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia