Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 30 Novembro |
São Mirocletes
home iconAtualidade
line break icon

Hitler matava e muitos diziam não saber: que não seja assim no Iraque

AP

Ary Waldir Ramos Díaz - publicado em 29/08/14

O Papa Francisco se encontrou com o cardeal encarregado da Pastoral dos Migrantes para falar sobre os refugiados do Iraque

O Papa Francisco recebeu ontem, na residência de Santa Marta, o cardeal Antonio Maria Veglio, presidente do Conselho Pontifício para a Pastoral dos Migrantes.

Na audiência privada, eles conversaram sobre o drama da população do Iraque, perseguida pela violência dos milicianos do Estado Islâmico, segundo comentou o purpurado à Rádio Vaticano.

“O Papa Francisco pede que a Igreja esteja em primeira linha na defesa dos mais fracos”, disse.

O cardeal falou de “prófugos” e “refugiados” para definir o caso dos cristãos que fogem dos seus lugares de origem para não ser assassinados.

“Não consigo entender como podem dizer, como já se disse, que ‘devem ser devolvidos ao seu país’.” O prelado considerou este um pensamento absurdo. “Eu acho que nisso falta humanidade, mas também inteligência.

Veglio afirmou que não se pode fechar os olhos diante da situação no Iraque, porque seria como a hipocrisia de algumas pessoas que diziam desconhecer o holocausto. “Hitler massacrou os hebreus e depois muitos disseram: ‘Ah, eu não sabia nada’. Tudo hipocrisia! É preciso fazer alguma coisa.”

A comunidade internacional? Faz pouca coisa

“A comunidade internacional faz muito pouco”, disse, respondendo a uma pergunta de Sergio Centofanti, da Rádio Vaticano, e considerou que os governos da Europa demonstraram insensibilidade.

“Infelizmente, temos muitos problemas na Europa. Portanto, falando de maneira egoísta, pensa-se muito em si mesmo e pouco nos outros.” No entanto, “são problemas relativamente pequenos (trabalho, saúde, economia) se comparados com os desse pobre povo iraquiano, que foge para não ser degolado”, concluiu o cardeal Veglio.

Da mesma maneira, indicou que o drama do êxodo no Iraque não pode ser resolvido apenas por um país europeu.

Tags:
MundoPapa FranciscoPecadoRefugiados
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
FIRST CENTURY HOUSE AT THE SISTERS OF NAZARETH SITE
John Burger
Arqueólogo diz ter encontrado a casa onde Jes...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia