Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 24 Novembro |
Santas Flora e Maria
home iconEstilo de vida
line break icon

Dicas para formar uma família melhor

© Laity Lodge Family Camp

SIAME - publicado em 04/09/14

Muito além de um manual sobre como e quando corrigir os filhos

Quando pensamos na família como um dom de Deus, descobrimos que Ele nos propõe que colaboremos ativamente neste projeto, com todas as nossas forças e com todas as nossas capacidades e faculdades.

Sempre é bom recordar que este trabalho de colaboração é a maneira como os seres humanos contribuem para o desenvolvimento de cada pessoa e, por conseguinte, da sociedade. Quando damos o melhor de nós em prol do bem da família, não apenas tornamos as pessoas ou o nosso ambiente melhores, mas também nos realizados e, de certa forma, nos tornamos mais “humanos”.

O trabalho que é preciso levar a cabo na família não pode ser deixado à improvisação, pois é uma atividade constitutiva de todo ser humano. Isso não significa que tudo precisa estar regulamentado, o que é impossível nas realidades humanas, nas quais, além disso, há outros fatores, como a emotividade e a liberdade.

Contudo, nesta tarefa, não podemos nos permitir ser preguiçosos ou indiferentes. Por isso, apresentamos, a seguir, algumas dicas a serem levadas em consideração na hora de educar os filhos, dessa vez especialmente focados em seu crescimento espiritual.

Precisamos ajudá-los a dirigir e fortalecer sua vontade, infundir-lhes um ideal, ativar sua vida interior de filhos de Deus. Não podemos nos preocupar somente com sua saúde física, seu alimento, seu vestuário ou seu crescimento intelectual.

– Ser conscientes de que, muito mais que conselhos e broncas, o ambiente do lar vai modelando a alma dos nossos filhos. Por isso, em casa é preciso respirar paz, intimidade, alegria, otimismo, amor e ternura, praticados cotidianamente e concretizados na oração familiar.

– Precisamos dar exemplo de respeito, solicitude e carinho com os avós, porque isso edifica os filhos e, assim, eles vão aprendendo a reconhecer que o amor não é só um sentimento, mas uma ação praticada todos os dias.

– Demonstrar aos filhos que nossas metas temporais caminham ao lado da meta que transcende: a vida eterna. As coisas criadas, saúde, doença, riqueza, pobreza, trabalho, descanso, estudos, profissão etc., são apenas degraus para subir até Deus. E precisamos viver em coerência com isso.

– Tenhamos sempre como recurso formativo livros e revistas que nos mostram os heróis da religião: os santos. Podemos fazer isso de maneira muito amena, organizando a leitura em família.

– É preciso ensiná-los a ter firmes convicções, para que contem com ferramentas que os ajudem a enfrentar os desafios e tentações que a vida apresenta.

– Ajudemos os filhos a desenvolver sua personalidade, colocando-lhes limites e propiciando que sejam mais autônomos a cada dia.

– A educação deve ser personalizada, adaptando-se a cada filho e aos diversos períodos de sua vida evolutiva. É uma obra de artesanato fino, na qual se plasmam os traços diferenciais, peculiares de cada um, e mais ainda se levamos em consideração que Deus lhes deu uma individualidade específica, e que eles terão de descobrir sua vocação particular.

– Formar neles uma consciência reta, para que seja capaz de direcionar sua vida moral.

– Considerar os filhos sobretudo como criaturas de Deus, como tesouros de imenso valor confiados temporalmente por Ele a nós. Prestaremos contas do seu aperfeiçoamento e contribuição para o serviço de Deus, da Igreja, da família, da sociedade.

– Diante da beleza desta missão, podemos nos colocar frequentemente nas mãos de Deus, para que Ele nos dê luz e para que saibamos fazer as coisas de acordo com a sua vontade. Isso implica que a oração em família e a oração dos esposos tem de incluir também a petição serena de ajuda no dia a dia e, certamente, nos casos em que a vida se complica.

– Demos testemunho de uma relação de amizade com Cristo, espontânea e alegre, porque Deus é, antes de tudo, Amor Misericordioso. Se os pais vivem assim, os filhos vão querer se aproximar do Senhor.

– Estejamos, como pais, muito seguros de que, com o esforço da nossa parte e as graças que Deus nos dá, o que estamos formando em nossos filhos é a alma de um futuro santo.

(Artigo do Pe. Cipriano Sánchez, publicado originalmente por SIAME)

Tags:
FamíliaFilhosPaternidade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
FATHER PIO
Maria Paola Daud
Quando Jesus conversou sobre o fim do mundo c...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Medalha de São Bento
pildorasdefe.net
Oração a São Bento para afastar o mal e pedir...
Reportagem local
Oração para afastar o mal de um recinto
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
AGNUS DEI,LAMB
Jesús Colina
Ninguém consegue ouvir este “Agnus Dei” sem s...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia