Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 22 Setembro |
home iconEstilo de vida
line break icon

O sonho eugênico da nossa época

© Austrian Archives/CORBIS

Fórum Libertas - publicado em 11/09/14


Agora, no entanto, o que mudou fundamentalmente foram as técnicas utilizadas, que, longe de ter uma aparência cruenta, baseiam-se no diagnóstico pré-natal, nos “bebês à la carte” e na ideia da eutanásia como uma maneira de ter uma morte digna.

Só muda o aspecto técnico e o fato de que não se impõe contra a vontade do afetado, pois só se submete a isso quem quer. Tampouco se pratica, em teoria, sem o consentimento do paciente.

Assim, já não se recorre à esterilização, mas ao diagnóstico precoce, no qual o médico é obrigado a participar. E se pratica o aborto eugênico diante do mais mínimo defeito identificado durante a gestação.

Como acontecia antes, também se exerce uma forte pressão social para que estas práticas sejam consideradas não só normais, mas recomendáveis.

Quanto à eutanásia, a pressão social se vê refletida no fato de que, cada vez mais, se incentiva nas sociedades ocidentais a ideia de que, diante de uma vida indigna de ser vivida – e sem oferecer ao paciente alternativas para que não seja assim –, é melhor recorrer à solução de uma “morte digna”.

Cabe recordar que, sem ir mais longe, em março de 2006, um ministro italiano comparava a eutanásia da lei holandesa com o nazismo. Carlo Giovanardi, titular de Relações com o Parlamento, referia-se ao programa nazista de eutanásia infantil Aktion T4.

“A legislação nazista e as ideias de Hitler estão ressurgindo na Europa, por exemplo na Holanda, mediante a eutanásia e o debate de como se pode matar as crianças afetadas por patologias”, disse Giovanardi.

Por outro lado, enquanto com o programa Aktion T4 um dos argumentos era o senso patriótico nacional (“É bom para o país”), agora se utiliza a “bondade”: fazê-los sentir que são um peso e que é melhor acabar com esta situação.

(Artigo publicado originalmente pelo Fórum Libertas)

  • 1
  • 2
Tags:
nazismoVida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Exorcista padre Gabriele Amorth
Gelsomino Del Guercio
Os assombrosos diálogos entre o diabo e um exorcista do Vaticano
2
Aleteia Brasil
O dia em que os cães farejadores detectaram Alguém vivo no Sacrár...
3
HOLY COMMUNION
Reportagem local
A Santa Missa não pode ser trocada por orações pessoais: sem ela,...
4
BEATRIZ
Reportagem local
Mistério do sumiço de uma mulher em Aparecida já dura 9 anos
5
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
6
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
7
Sangue de São Januário ou San Gennaro
Reportagem local
Milagre do sangue de São Januário volta a ser registrado em Nápol...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia