Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Aleteia

Ganhadores do Nobel pedem à África do Sul visto para o Dalai Lama

O líder espiritual do Tibete, Dalai Lama

Compartilhar

No último dia 4, a África do Sul negou novamente um visto ao Dalai Lama para comparecer à cúpula dos prêmios Nobel em outubro na Cidade do Cabo

Quatorze ganhadores do Prêmio Nobel da Paz escreveram nesta segunda-feira ao presidente sul-africano, Jacob Zuma, para lhe pedir que conceda um visto ao Dalai Lama, convidado para uma reunião deste grupo em outubro na África do Sul.

"Estamos muito preocupados com o dano que sofrerá a imagem internacional da África do sul por uma nova recusa – ou impossibilidade – de conceder a ele uma vez mais o visto", indicou o grupo em uma carta aberta.

No último dia 4, a África do Sul negou novamente um visto ao Dalai Lama para comparecer à cúpula dos prêmios Nobel em outubro na Cidade do Cabo, informou.

O governo sul-africano "me informou por telefone que não poderá conceder este visto porque prejudicaria as relações entre China e África do Sul", declarou Nangsa Choedon à AFP.

Mas o porta-voz do ministério das Relações Exteriores sul-africano, Clayson Monyela, negou no Twitter.

"A embaixada na Índia recebeu um pedido de visto do Dalai Lama. O pedido está sendo tratado segundo o procedimento correspondente. Não foi rejeitado", tuitou.

O líder espiritual tibetano, prêmio Nobel da Paz 1989, é considerado um separatista perigoso por Pequim.

A África do Sul faz parte ao lado da China do grupo dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), integrado pelos países emergentes mais poderosos do planeta.