Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 05 Dezembro |
São Saba
home iconEstilo de vida
line break icon

A profunda beleza da feminilidade

© Yuriyzhuravov/SHUTTERSTOCK

Revista Ser Persona - publicado em 16/09/14

Ser feminina é muito importante: a verdadeira igualdade está no valor da diferença

Feminilidade e masculinidade são entre si complementares, não só do ponto de vista físico e psíquico, mas também ontológico. Só mediante a duplicidade do ‘masculino’ e do ‘feminino’, é que o ‘humano’ se realiza plenamente” (João Paulo II, Carta às mulheres, 7).

Ninguém discorda da igual dignidade entre homem e mulher, mas se fala de tal igualdade como se fosse uma vitória moderna ou recente, o que não é verdade. O grave problema é que, ao reivindicar essa dignidade, costumam referir-se somente à igualdade de capacidades, oportunidades sociais, políticas, de trabalho etc.

Para isso, tende-se a igualar a mulher ao homem, mas, ao equipará-los, não se respeita a diferente dotação natural e essencial de cada um, com a grave consequência da desumanização de ambos. O homem fica afeminado e a mulher se masculiniza.

Buscar a igualdade do diferente sob estes enfoques só provoca que cada um perca sua própria riqueza e receba em troca personificações que, longe de ser perfeições, são apenas impedimentos para alcançar a plenitude do desenvolvimento humano.

Homem e mulher têm recursos diferentes; a perfeição como pessoas e o destino de cada um deles não podem ser realizados prescindindo, no caso do homem, da masculinidade, e, no caso da mulher, da feminilidade.

Algumas diferenças corporais e psíquicas entre homem e mulher que destacam quão sublime é a feminilidade são:

O corpo do homem é mais forte, mais capaz de esforços físicos, trabalhos duros etc. Está feito mais para contribuir que para receber, razão pela qual o homem assume naturalmente o papel de provedor e tende a ser egocêntrico, precisa de reconhecimento.

O da mulher, ao contrário, é mais fraco e menos atlético, requer mais proteção. Foi projetado mais para receber, despertando a ternura protetora do homem, convocando-o ao esforço da conquista pela sua virilidade através da virtude. Ela espera, assim, ser correspondida.

A mulher, por ser de constituição física mais fraca, tende, por isso, a julgar as realidades sensíveis mais em relação ao seu corpo, e isso a orienta a ocupar-se dos mais fracos com incomparável delicadeza e afetividade.

A voz do homem é grave, útil no comando, na liderança, nas situações de urgência. A voz da mulher é doce, apropriada para dar carinho, consolar, inclusive fazer dormir.

O homem procura posição social. A mulher procura a estabilidade emocional para tornar-se refúgio quando precisam dela.

O homem dá amis ênfase à união sexual. A mulher somatiza mais seus sentimentos, elevando-os com seu ser pessoal para buscar a união moral e psicológica.

Quanto à psicologia, o homem é mais objetivo, mais teórico, científico, construtor especializado etc. A mulher é mais prática com relação às pessoas; é comum dizer que ela é mais intuitiva. Cabe recordar que o conhecimento intuitivo (pessoal) e superior ao racional, pois, sem discorrer, pode chegar rapidamente ao fundo das coisas; sua análise é afetiva e concreta.

A mulher costuma concentrar-se nos detalhes práticos de maneira mais meticulosa (campo no qual o homem tem dificuldades), mas precisa da aptidão do homem para enfrentar os assuntos teóricos, objetivos – necessários para um possível projeto de vida familiar, social, científico.

Isso explica, com relação ao homem, que lhe seja mais fácil atender a mulher e mais difícil entendê-la. A mulher, no entanto, por ser em geral mais intuitiva, pode atender melhor o homem depois de intuí-lo e compreendê-lo.

O homem costuma não dar muita atenção aos cuidados com sua aparência. O próprio da mulher é a beleza, e a beleza é o que atrai e reúne – isso não só no exterior, mas sobretudo no interior.

Quando personaliza sua beleza, esta convoca, não provoca. Sua beleza pessoal reúne e ordena atrativamente as pessoas rumo à própria perfeição irrestrita da intimidade.

Como as potências espirituais humanas (inteligência e vontade) estão mais personalizadas na mulher que no homem, ela é mais sensível, serviçal, compassiva, generosa, constante, convocadora, conciliadora.

Pela maravilha de uma feminilidade profundamente personalizada, a mulher se humaniza tanto, que pode ser mais mãe que o esposo pai, e isso não somente nas que o são. Mais esposa que o esposo; mais irmã que o irmão; mais namorada que o namorado; melhor psicóloga, pedagoga, enfermeira, coordenadora de atividades e de grupos de pessoas etc.

Todas as manifestações de feminilidade são razões de bondade para o homem.

Tags:
Mulher
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
HUG
Dolors Massot
Médico abraça paciente com Covid-19 que chora...
PADRE NO ALTAR DA MISSA
Reportagem local
Missa de Crisma é interrompida por policiais ...
Missa de Crisma
Reportagem local
Arcebispo detona interrupção de Missa: "Ocorr...
BOKO HARAM NIGÉRIA
Francisco Vêneto
Terroristas islâmicos degolam mais de 100 pes...
Bispo brasileiro Dom Antônio Carlos Rossi Keller
Reportagem local
Mais um bispo brasileiro detona: "Autoridades...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia