Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Aleteia

Controle da natalidade: métodos naturais têm 99% de eficácia

Jessica Wissel
Special thanks to Jessica Wissel who shared this image on Flickr Creative Commons ! Check out her great work here  http://www.flickr.com/people/collectivenouns/
Compartilhar
Comentar

A solução mais saudável para quem não quer sofrer os efeitos colaterais da pílula

A eficácia dos métodos naturais de controle da natalidade é garantida pela presidente da Organização Mundial da Família, Mercedes Arzú de Wilson, quem recorda, além disso, que tais métodos não têm os efeitos nocivos dos métodos artificiais, como a pílula anticoncepcional.

Tudo isso é explicado em seu e-book “Regulación natural de la natalidad: alternativa moral y saludable” (“Regulação natural da natalidade: alternativa moral e saudável”, ed. Digital Reasons), um guia imprescindível para aprofundar no tema.

O que são os métodos naturais de regulação da natalidade e por que é bom usá-los?

Os métodos naturais ensinam os esposos a aprender a reconhecer sua fertilidade mútua e são a forma mais natural de conceber ou adiar uma gravidez. Por exemplo, o homem é fértil o tempo todo, desde a sua puberdade até uma idade avançada, mas a mulher só é fértil durante cerca de 100 horas em cada ciclo, da puberdade até a menopausa.

A natureza diz claramente à mulher, por meio de sinais naturais, que Deus colocou em nosso corpo quais são os dias férteis e os inférteis.

Os métodos naturais não nos impedem de estar abertos à vida?

De modo algum: os métodos naturais não são um negócio, coo os métodos artificiais de controle da natalidade, a esterilização de homens e mulheres e o aborto induzido ou provocado quimicamente. Os métodos naturais podem ser aprendidos por meio de um livro ou de uma explicação, como eu aprendi em 20 minutos, sem pagar um centavo.

Claro que, ao praticar um método natural, usando-o ou não, o casal estará aberto à vida nos dias férteis para as relações sexuais. Assim, o casal decide livremente se quer trazer uma vida ao mundo ou adiar isso. Esta liberdade de decidir não é dada pelos métodos artificiais.

Algumas mulheres que utilizaram métodos naturais para não conceber disseram que ficaram grávidas. Qual é o grau de fiabilidade desses métodos?

Sempre haverá mulheres ou casais que colocam a culpa no método que estão usando, ao invés de admitir que tiveram contato genital nos dias férteis, relações sexuais incompletas (coito interrompido) ou usaram preservativos.

A abstinência durante os dias férteis é imprescindível, já que as primeiras gotas do fluido seminal do esposo contêm um grande número de espermatozoides. Durante os dias de abstinência, os esposos podem demonstrar seu amor de outras maneiras. Depois, quando já podem voltar a fazer sexo, os casais costumam relatar que este parece uma nova lua-de-mel.

O método da ovulação e da regulação natural da fertilidade se baseia em fatos científicos. Como poderão ler no livro, foram feitos 750 mil estudos hormonais que confirmam que as simples observações da mulher coincidem perfeitamente com os estudos hormonais do cérebro e dos ovários, e que se elevam durante as suas 100 horas de fertilidade.

Qual é o grau de eficácia dos métodos naturais?

Um grande número de estudos científicos realizados em vários países (China, Índia e Estados Unidos) confirmam uma efetividade de 98-99%. Vários deles são comentados no livro, inclusive um estudo em Calcutá, na Índia, no qual as Missionárias da Caridade ensinaram o método aos mais pobres e obtiveram 99% de efetividade em adiar a gravidez.

Os métodos naturais exigem um acompanhamento diário do casal para chegar à efetividade desejada. O que você opina a respeito disso?

Tudo o que vale a pena exige esforço. A beleza de respeitar a lei natural exige que o casal reconheça o valor de usar este conhecimento para benefício da sua saúde física, emocional e espiritual.

É importante ter um controle nas observações, como descrito no livro; assim, os esposos poderão reconhecer claramente sua fertilidade e infertilidade. Um ponto muito importante é reconhecer que o êxito da regulação natural da natalidade requer que o esposo ame sua esposa e respeite sua fisiologia: em outras palavras, que respeite a forma como Deus a criou.

Páginas: 1 2