Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 26 Novembro |
São Silvestre Guzzolini
home iconAtualidade
line break icon

FBI segue pistas de combatentes do EI que regressaram aos EUA

<p>As autoridades americanas estão rastreando as pistas de alguns dos 100 americanos que supostamente combateram com o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no Oriente Médio e retornaram ao país</p>

AFP - publicado em 23/09/14

Os combatentes americanos do EI sob a vigilância do FBI "incluem os que viajaram (ao Oriente Médio), os que tentaram ir

As autoridades americanas estão rastreando as pistas de alguns dos 100 americanos que supostamente combateram com o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no Oriente Médio e posteriormente retornaram ao país, informou um alto funcionário nesta segunda-feira.

Os combatentes americanos do EI sob a vigilância do FBI "incluem os que viajaram (ao Oriente Médio), os que tentaram ir, alguns que já regressaram e outros que estão ativos", declarou o funcionário, que pediu para não ser identificado.

A revelação ocorre antes do presidente Barack Obama viajar a Nova York, na terça-feira, para presidir uma reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre a ameaça dos combatentes ocidentais que lutam com os jihadistas e representam um risco para seus países de origem.

O secretário americano de Estado, John Kerry, disse em entrevista na TV que "há mais de 100 combatentes lá (no Iraque e na Síria) que partiram dos Estados Unidos".

"Eles têm passaportes. Podem voltar para cá (Estados Unidos)", advertiu Kerry em declaração ao canal MSNBC.

Funcionários em Washington disseram que estão profundamente preocupados com a possibilidade de o EI realizar operações dentro do território americano ou de seus aliados ocidentais.

Na semana passada, a polícia da Austrália frustrou um plano de jihadistas para realizar execuções no território australiano.

A hipótese de que o EI possa atacar o território americano foi utilizada por Obama como argumento fundamental para a formação de uma coalizão internacional contra o Exército Islâmico.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Confissão não é para contar problemas, mas para contar pecados
Pe. Gabriel Vila Verde
Confissão não é para contar problemas, mas pa...
RED WEDNESDAY
Reportagem local
Perseguição aos cristãos no mundo é denunciad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia